Bate Papo COSEMS-PB é realizado nesta sexta-feira (10) com gestores através de teleconferência

Nesta sexta-feira (10) o COSEMS-PB promoveu mais um bate-papo entre gestores, que teve como debate central a Portaria n°1666/2020 e os Instrumentos de Gestão e Planejamento, de modo que o COSEMS e SES estão elaborando uma Nota Técnica Conjunta e propostas de realizar web nas macrorregiões assim como também uma Assembleia do COSEMS com Mesa Temática sobre adaptação e elaboração dos instrumentos de Gestão e Planejamento frente a situação da pandemia.

Ainda foi debatido com os Gestores sobre a proposta que o COSEMS vem pautando com a SES para a implantação do Complexo Regulador Estadual, além de encaminhamentos sobre a Telemedicina, assim como outras temáticas e encaminhamentos foram dados para atender às demandas e necessidades dos municípios e regiões de saúde.

Entre as demandas dos gestores se destacaram a necessidade de orientações sobre DIGISUS, dificuldades dos profissionais pra atender as demandas, criação de espaço do COSEMS para conversa mensal com temáticas de Educação Permanente de apoio à gestão nas CIRs, junto aos objetivos do Projeto FortaleCIR, além da articulação com os Presidentes de CIR e Apoiadores para a manutenção de realizar as reuniões virtuais da CT e das CIR mesmo com a pandemia, além de pautar nessas reuniões sobre problemas na regulação na região e enviar ao COSEMS para enaltecer a necessidade da implantação do Complexo Regulador Estadual.

Outros informes foram relatados como o Previne Brasil, questionário que o COSEMS elaborou sobre o bem-estar dos gestores para traçar estratégias para ajudá-los, sobre o Congresso Virtual do Conasems que iniciou ontem e sobre a Mostra de Trabalhos desse Congresso que será divulgado em breve.

Sobre o 1º Congresso Virtual do Conasems, para fazer inscrições basta acessar: https://www.conasems.org.br/inscricoes-abertas-i-congresso-virtual-do-conasems/ Participem desse grande momento para debater sobre o tema principal de orientações para o encerramento da gestão em 2020

Participem do nosso Bate Papo COSEMS em todas as sextas-feiras às 11h. Não percam!

Guia para enfrentamento à Covid da Rede de Atenção à Saúde foi lançado na última quarta (8) na Paraíba

Na última quarta-feira (8) pela manhã foi lançado de forma remota na Paraíba, o Guia Orientador para enfrentamento da Covid-19 nas Redes de Atenção à Saúde. O instrutivo foi construído pelo CONASS e CONASEMS e estabelece uma série de pautas relevantes para serem abordados nas regiões de saúde, com o objetivo de reduzir os impactos do novo coronavírus na Paraíba.

Participaram do lançamento, a representante do CONASS, Maria José Evangelista, a apoiadora do CONASS Rosane de Lucca Maerschner, os assessores técnicos do CONASEMS, Nilo Bretas e Marizélia Leão, o secretária Executivo de Estado de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, a Presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino, os presidentes e vice-presidentes das CIRs, diretoria do COSEMS, gerentes regionais, apoiadores institucionais e regionais, apoiadores da Rede Colaborativa e técnicos do estado.

De acordo com a presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino, o guia contém orientações que contribuem com as discussões que já vêm sendo realizadas nos espaços regionais e estaduais e deve ser fonte de consulta dos gestores de saúde.

A programação de lançamento contou com oficina em que foi apresetnado o guia Orientador, o cenário epidemiológico do Estado, o Boletim do COSEMS frente à pandemia, além de momentos para discussão e retirada de dúvidas dos participantes.

CIR Terra de Maringá reúne gestores remotamente para falar sobre testes rápidos e vacinação de rotina

A CIR da 13ª Região de Saúde -Terra de Maringá Sertão reuniu de forma remota na quarta-feira (8) às 14 horas, gestores dos municípios da região, gerência regional de saúde, apoiadores regionais, apoiadora institucional, residentes e a apoiadora do COSEMS da região para tratar sobre ações de enfrentamento à Covid-19 e assuntos como vacinação de rotina e informes do COSEMS-PB.

Na pauta foram discutidas a distribuição e aplicação dos testes rápidos aos municípios de Pombal e Paulista que atingiram 40% da operacionalização dos testes enviados e atenção quanto ao monitoramento e avaliação de banco de dados de Notificação; orientações quanto as vacinas de rotina e vacina anti-rábica e arboviroses e informes do apoio institucional quanto ao retorno das educações permanente e instrumentos de planejamento.

Os encaminhamentos foram no sentido de continuar com atuação de estratégias referente a busca ativa dos Sintomáticos Respiratórios ; disponibilização dos testes IGG e IGM aos municípios conforme orienta a planilha enviada considerando as notificações no e-SUS Notifica; sobre a cota semanal de testes será encaminhada para o município a partir de 40% de aplicabilidade considerando o número de casos suspeitos ou confirmados por covid-19 registrados no E-SUS- Notifica e orientação quanto o correto registro no sistema.

CIR do Vale do Mamanguape se reúne para falar sobre retomada das atividades e regulação de saúde

A Câmara Técnica da CIR do Vale do Mamanguape – 14ª Região de Saúde se reuniu nesta quarta-feira (8) às 14h, de forma virtual, considerando o isolamento social devido ao momento da pandemia do Coronavírus, para falar sobre regulação para atendimento das demandas de saúde eletivas e retorno das atividades de maneira regular na APS.

Participaram da reunião, técnicos dos municípios de Curral de Cima, Cuité de Mamanguape, Mamanguape, Mataraca, Pedro Régis e Rio Tinto, Apoio do Cosems PB e Apoiadores da Regional e Institucional da 1ª Gerência Regional de Saúde.

Entre os encaminhamentos destacaram-se o de levar para discussão na próxima CIR as pautas discutidas para análise e deliberação dos gestores para criação de protocolos na região. Os informes do Cosems-PB priorizaram as principais demandas nesse momento para os municípios.

Presidente do COSEMS-PB reforça apelo por central de regulação de saúde estadual

O COSEMS-PB destacou mais uma vez a importância de uma central estadual de saúde e pediu união entre os municípios e o Estado para fortalecimento dos serviços de saúde e atendimento à população.

Confira a nota:

O tão sonhado Complexo Regulador Estadual

A regulação no nosso Estado é um problema crônico que se arrasta a dolorosos e longos anos, entra gestor e saí gestor e o assunto sempre vêm a tona com promessas inacabadas de resolução.

Com o advento da pandemia alguns problemas que muitos conseguiam “empurrar para debaixo do tapete” ficaram mais evidentes, as fragilidades sobre regulação de serviços de saúde foram mais expostas, e pudemos visualizar com grande pesar a dimensão do problema.

Apesar da COVID-19 nos trazer muita tristeza com sua contaminação implacável e a ceifa breve de vidas, acredito que podemos também aprender com essa nova doença. Ela nos mostrou o quanto robusto é nosso sistema público de saúde, o quanto somos guerreiros enquanto gestores de saúde e principalmente, como a UNIÃO nos tornou mais fortes e resolutivos.

O Cosems-PB vem neste momento delicado, se dirigir a todos os gestores de saúde detentores de referências de serviços de média e alta complexidade, convidá-los a fazer uma breve reflexão.
Podemos afirmar veementemente, NÃO FAZEMOS SAÚDE SOZINHOS, e é nesse sentido que solicito a vocês, gestores municipais de saúde, que se unam, deem as mãos uns aos outros e a Secretaria de Estado da Saúde, pois só podemos criar o nosso Complexo Regulador Estadual com essa união e consonância de todos, acredito haver unanimidade na concordância de que não podemos adiar mais essa discussão, precisamos fortalecer a garantia da assistência.
E é com este apelo que me dirijo em especial a Campina Grande, Patos e Sousa, o exemplo de vocês impulsionará muitos a se organizarem também. Destaco aqui que não esqueci o município de João Pessoa, muito pelo contrário, ele é decisivo neste processo, mas não é incógnita para ninguém a disponibilidade e abertura que constantemente o gestor da capital se mostra para discutir esta pauta, tendo este entendido a URGENTE necessidade da implantação de um Complexo Regulador Estadual.

A prova disto está sendo apresentada diariamente neste período de pandemia, pois o nosso colega gestor, Adalberto Fulgêncio, foi o primeiro a fazer parceria com a regulação dos pacientes COVID-19 junto a Secretaria de Estado da Saúde, e estamos acompanhando esse resultado satisfatório que o nosso Estado vem mostrando ao país.

Devemos seguir exemplos positivos, deixar a política partidária de lado e fazer a verdadeira política pública de saúde, seguindo o exemplo do gestor da nossa Capital.

Levemos essa experiência exitosa aos nossos territórios.
Reforço o meu apelo na certeza que com a sensibilidade, competência e responsabilidade que todos administram tão grandiosamente suas respectivas Secretarias Municipais de Saúde, estarão juntos com o Cosems e a Secretaria de Estado da Saúde realizando esta discussão, implementando este projeto e deixando este legado para a posteridade.

Um abraço fraterno em todos com muita FORÇA, FOCO E FÉ!

Soraya Galdino
Presidente do COSEMS-PB

1º Congresso Virtual do CONASEMS será realizado nesta sexta-feira (10)

A partir das 14h de sexta-feira, 10 de julho será aberto o 1º Congresso Virtual do Conasems. Inteiramente gratuito e online, o evento vai reunir 15 atividades ao longo dos próximos quatro meses. Em seguida os inscritos no Congresso poderão acompanhar o Seminário e as recomendações para encerramento da gestão 2017-2020. O debate contará com a participação de especialistas e será aberto para perguntas ao vivo.

Para conferir esse conteúdo e todos os outros que serão disponibilizados gratuitamente até novembro é preciso se inscrever no site do evento: conasems.org.br/congresso-virtual/

Para Tadahiro Tsubouchi, advogado e Presidente da Comissão de Direito Sanitário da OAB/MG e um dos convidados do Seminário, “no âmbito jurídico é preciso que o gestor municipal de saúde tenha em mente quatro pontos básico: o contexto atual envolvendo a pandemia da Covid-19, a transição de gestão, se atentar a questões orçamentárias e de judicialização além das vedações eleitorais”.

Essas questões, dentre outras, serão fruto de debate e exposição para os inscritos no 1º Congresso Virtual do Conasems. Tadahiro ainda ressalta que “nesse momento em que o Brasil enfrenta o novo Coronavírus, é fundamental que o gestor seja transparente, mas mais do que isso, é preciso documentar e normatizar os processos”.

Debate e troca de experiências sobre educação em saúde será realizado virtualmente amanhã (9)

Nesta quinta-feira (9) será realizada às 17h no Portal da Inovação na Gestão do SUS (www.apsredes.org) e no Facebook @inovacaoemsaude, acontecerá um debate virtual para troca de experiências na Atenção Básica em tempos de pandemia. O debate será promovido pela iniciativa APS Forte no SUS no combate à pandemia.

Uma das convidadas é a educadora física, Laís Santos Castro, do NASF-Caldas Brandão com o relato da experiência do Quarente NASF: possibilidades de educação em saúde pelo uso sistematizado da plataforma Instagram durante a pandemia: realizada pelo NASF-Caldas Brandão.

De acordo com a presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino, a gestora que está aniversariante nesta quarta-feira foi presenteada pelo Ministerio da Saúde pelo excelente trabalho desenvolvido no municipio.

Durante o debate os destaques estarão nas experiências que promovem a educação em saúde e os processos de educação permanente dos profissionais durante a pandemia.

A troca de experiências terá como debatedora a docente do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia, Isabela Cardoso e a moderação da coordenadora da Unidade Técnica de Capacidades Humanas para a Saúde da OPAS no Brasil, Mónica Padilla.

O público pode enviar perguntas para os convidados por meio do site https://apsredes.org/participe/

A atividade faz parte da agenda APS Forte no SUS – no combate à pandemia, uma estratégia que estimula o debate e a divulgação de boas práticas da APS durante a pandemia de Covid-19.

O debate será promovido pelo Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS/MS) e pela Organização Pan-americana da Saúde da Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil para mobilizar os profissionais de saúde.

As inscrições de experiências estão abertas até o dia 15 de julho.

COSEMS alerta sobre falta de assistência nos atendimentos eletivos e de urgência na Paraíba e pede mesma atenção dispensada à Covid

Em reunião da Comissão Intergestora Bipartite (CIB) realizada na tarde desta terça-feira (7) de forma remota, através de viodeconferência, o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (COSEMS-PB), cobrou atenção da Secretaria de Estado da Saúde aos procedimentos eletivos e de urgência e alertou que os pacientes estão ficando desassistidos.

Na ocasião foram discutidas várias temáticas com destaque para a retomada de projetos e ações, e a presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino, relatou a situação dos municípios paraibanos, com exemplos recentes de vários gestores que não conseguiram atendimento para os pacientes, inclusive em situações que demandavam procedimentos de urgência.

A presidente do COSEMS, Soraya Galdino, explicou que os gestores já estavam preocupados com a situação há algum tempo e a questão havia sido apresentada em outras reuniões e propôs que o mesmo esforço que está sendo feito para o atendimento de pacientes com Covid seja dado aos demais casos. “Entendemos que estamos num momento crítico da pandemia, mas estão esquecendo uma gama de doenças que levam pacientes à morte, pacientes renais, neurológicos, cardíacos e até oncológicos estão ficando sem vagas, sem leitos, as pessoas estão ficando desassistidas. Não estamos falando de um problema novo, esse já é um gargalo conhecido de todos nós e que foi agravado em virtude da pandemia, porém, é mais que necessária uma intervenção urgente, para que os atendimentos aos demais agravos sejam feitos paralelamente a COVID, e não a margem” disse.

Soraya Galdino destacou que os gestores estão muito preocupados e propôs que a Secretaria do Estado da Saúde empreender o mesmo esforço que está sendo realizado para o tratamento da Covid aos outros casos. “A situação é muito séria e proponho que o mesmo esforço e estrutura que vem sendo tão bem feito em relação à Covid seja dispensada aos demais atendimentos de saúde. Há pessoas com urgências, com risco de morte que precisam de assistência e cujo atendimento não está sendo regulado e estes não são casos pontuais, mas que estão virando rotina”.

NOTA À IMPRENSA

A Presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba – COSEMS-PB, Sra. Soraya Galdino de Araújo Lucena, em razão das notificações dos Órgãos de Controle e de Fiscalização aos Secretários Municipais de Saúde sobre as contratações públicas durante a pandemia do COVID-19, vem informar que deu encaminhamento a novos ofícios desta vez destinados ao Ministério Público da Paraíba, ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba e ao Ministério Público Federal para tratar sobre essa demanda que tanto aflige os gestores municipais de saúde.

A Presidente Sra. Soraya Galdino lamenta as notificações que estão sendo realizadas aos gestores municipais de saúde de forma discricionária, uma vez que foi nitidamente noticiado pelos meios de comunicação sobre a escassez dos EPI´s, bem como a prática dos preços abusivos pelas empresas e fornecedores de tais materiais durante a pandemia do coronavírus.

Desse modo, a Presidente do COSEMS-PB disse “É necessário que os Órgãos de Controle e de Fiscalização analisem com cautela todas as contratações públicas realizadas durante este período, pois apesar dos secretários de saúde realizarem ampla pesquisa de mercado, acabaram por fazer a aquisição de materiais com o valor acima dos preços utilizados anteriormente a pandemia, não só devido à urgência e necessidade, mas também devido a prática abusiva das empresas que superfaturaram os valores dos materiais e equipamentos necessários para o combate ao COVID-19, sendo, portanto, estas empresas as principais causadoras do inconveniente que assola os gestores de saúde, as quais deveriam ser penalizadas e responsabilizadas por tal prática ilegal”.

Por fim, a Presidente reafirma seu apoio aos Secretários Municipais de Saúde que tentaram agir com transparência e ética durante a realização das contratações públicas frente a pandemia do COVID-19, e espera que consiga solucionar essa demanda com os Órgãos de Controle e de Fiscalização que foram acionados pelo COSEMS-PB.

Gestores discutem retomada dos serviços de saúde durante 4ª Assembleia Geral

O COSEMS-PB realizou na tarde desta segunda-feira (6), a 4ª Assembleia Geral Ordinária com participação da representante do Ministério da Saúde, Érika Almeida e do secretário executivo de Saúde do Estado, Daniel Beltrammi. Os dois participaram de mesa temática com a presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino como moderadora.

Na mesa foi destaque a retomada dos serviços de saúde nos municípios paraibanos com as recomendações para a retomada dos serviços na APS (como organizar a atenção primária diante da pandemia à partir das novas estratégias do Ministério da Saúde com foco no Centro de atendimento) e Telemedicina e do Plano Novo Normal do Governo do Estado da Paraíba e Telemedicina.

Na reunião também foram aprovadas as atas da 2ª e 3ª Assembleias Ordinárias do COSEMS-PB e do parecer do favorável do Conselho Fiscal da prestação de contas do 1º quadrimestre de 2020 e do Plano Anual de Atividades 2020-2021 do COSEMS-PB.

Durante a assembleia destacaram-se informes sobre a repactuação dos prazos Previne Brasil e Saúde na Hora, das cartilhas da SES com protocolos sanitários, do 1º Congresso e Mostra Virtual do Conasems que está com as inscrições abertas com o 1º Seminário sobre encerramento da gestão, assim como a retomada de projetos e ações do COSEMS de forma virtual, além da reunião da CIB, que acontece amanhã às 14h, através de viodeoconferência, entre outros.

Na ocasião também foram dados encaminhamentos para COSEMS e SES debaterem e estabelecerem agendas para melhorar o atendimento às demandas da atenção e assistência à saúde da Paraíba.