COSEMS-PB recebe visita técnica de alunos de Medicina do Unipê na manhã desta sexta-feira (2)

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS-PB) recebeu na manhã desta sexta-feira (2), alunos do internato referente a 11º e 12º períodos do Curso de Medicina, da Unidade Curricular ECS Saúde Coletiva acompanhados pela professora Polyana Montenegro do UNIPÊ. Na ocasião o grupo conheceu a estrutura e o processo de trabalho do COSEMS como estão fazendo em outras instituições como a Secretaria do Estado da Saúde (SES), Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa e Unidades e Serviços de Saúde do Estado e conheceu o site instituicional do COSEMS, como fonte de informações sobre legislações e publicações sobre o SUS.

Durante a visita técnica, a equipe do COSEMS, Secretária Executiva, Assessoria Técnica e Jurídica, assim como a Coordenadora do projeto da Rede Colaborativa apresentaram a estrutura do SUS, considerando às funções e fluxo de trabalho das instâncias de pactuações envolvendo o Ministério da Saúde, Conasems e Conas como Grupo Tripartite, assim como SES e COSEMS em âmbito estadual com a CIB e, ainda a CIR com os Gestores Municipais de Saúde e representantes da SES nas Regiões de Saúde do Estado.

“Apresentamos o que é o COSEMS, nossa missão, visão, valores, prioridades, projetos estratégicos, organograma, composição da Diretoria e funcionamento e processo de trabalho administrativo, técnico e jurídico, envolvendo a realização das assembleias, pactuações entre os gestores e na CIB, a fim de representar e contribuir para a formulação e implementação de políticas públicas de saúde, apoiando e qualificando os 223 gestores municipais de saúde da Paraíba, empoderando-os na condução das tomadas de decisão, promovendo proativamente, a articulação e a pactuação técnica e política em torno dos interesses municipais, com vistas à defesa dos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde”, disse a secretária executiva do COSEMS-PB, Ana Carolline Carvalho.

Dentre os projetos estratégicos do COSEMS-PB foram apresentados o E agora, Gestor?; E agora, Gestor? em tempos de COVID; FortaleCIR, Mostra Paraíba Aqui tem SUS; Bate Papo COSEMS, parceria com o Projeto da Rede Colaborativa, por meio dos Apoiadores Regionais, além da realização de eventos, oficinas, webinários sobre temáticas mais relevantes à saúde à nível estadual, macrorregional e regional, em parceria com a SES-PB. Além de relatar o trabalho com parcerias institucionais com UFPB e Fiocruz-RJ com a Curadoria em Saúde pelo IdeiaSUS.

Também foi destacada a articulação e aproximação com os órgãos de controle como MPF, MPPB, TCE-PB em prol de integrar, apresentar e buscar apoio e um olhar para atender e compreender a realidade e às demandas municipais para a operacionalização e financiamento das ações de gestão e atenção em saúde na Paraíba.

O papel da assessoria jurídica do COSEMS foi destacado como instância de representação institucional em reuniões, eventos, grupos de trabalho, assim como defende a entidade extrajudicialmente e judicialmente, defendendo também os interesses dos seus associados. Através dele, os gestores municipais de saúde contam com o apoio de orientações e notas jurídicas, assim como com o incentivo ao diálogo com o poder judiciário visando a redução da judicialização da saúde. A assessoria jurídica destacou também que os médicos poderiam ajudar na redução da judicialização da saúde, ao priorizarem medicamentos e procedimentos abrangidos pelos SUS, evitando assim demandas judiciais desnecessárias.

Para o COSEMS, a visita técnica como momento de debate e esclarecimentos de dúvidas dos alunos foi de fundamental importância no que tange a nossa coparticipação de apresentar aos alunos como o SUS acontece de fato nos municípios e como as pactuações são realizadas nas instâncias e órgãos colegiados, a fim de que os gestores municipais de saúde sejam ouvidos e tenham suas demandas e necessidades atendidas para possibilitar condições físicas e financeiras, a fim de garantir a gestão e atenção à saúde dos usuários de saúde na ponta. “Foi uma oportunidade ímpar de contribuir para mostrar o outro lado do SUS que a Universidade nem tão quanto os meios de comunicação falam. Percebemos que os alunos saíram com a mente e o discurso mais voltados à valorização do SUS”, disse Ana Carolline.

7ª Assembleia Geral Ordinária do COSEMS-PB será realizada por videoconferência

A 7ª Assembleia Geral Ordinária do COSEMS-PB será realizada na próxima quarta-feira (14), às 15h, por meio de videoconferência em link que será disponibilizado.

Na ocasião, serão realizados vários encaminhamentos com a diretoria e gestores referentes a ações de saúde nos municípios, tanto as de rotina, quanto às relacionadas com medidas de prevenção e enfrentamento à Covid-19.

Durante a reunião remota, a presidente Soraya Galdino também fará explanações sobre as últimas ações e demandas do Ministério da Saúde, Conasems, SES e COSEMS-PB.

A presidente Soraya Galdino reforçou a importância dos gestores participarem da Assembleia, momento em que receberão apoio, informações, relatarão as demandas, necessidades e sugestões dos municípios e regionais de saúde.

“O papel do COSEMS é dar esse apoio através dos encaminhamentos, qualificações, entre outras ações para melhorar a gestão municipal em saúde na Paraíba e para isso precisamos da participação ativa dos gestores nesses eventos e fóruns de debates e pactuações”, disse.

Pauta 7ª Assembleia Ordinária COSEMS-PB 08-10-2020 – webconferência

COSEMS destaca importância de pesquisa da Fiocruz sobre trabalho das equipes de Saúde da Família na Covid-19

Lançada no início de setembro a pesquisa nacional Análise do processo de trabalho da Estratégia Saúde da Família na pandemia de covid-19 da Fiocruz toma como ponto de partida a relevância da Estratégia Saúde da Família (ESF), considerada a estratégia primordial para o fortalecimento da atenção primária e coordenadora da rede de cuidados no SUS.

A pesquisa é conduzida pelo Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz, em parceria com a Fiocruz Ceará e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Estão sendo explorados aspectos como incorporação de novas rotinas de serviços durante a pandemia; formas de atenção prestada a suspeitos e doentes com a covid-19; práticas de promoção da saúde para proteção à doença e práticas de vigilância para seu monitoramento e mitigação.

A pesquisa dirige-se a todos os profissionais de saúde que atuam nas equipes da Estratégia Saúde da Família, na atenção primária à saúde – médicos, enfermeiros, cirurgiões dentistas, técnicos de enfermagem, técnicos de saúde bucal, agentes comunitários de saúde e profissionais dos núcleos ampliados em Saúde da Família (fisioterapeutas, psicólogos, acupunturistas, fonoaudiólogos, entre outros).

As informações estão sendo coletadas por meio de um questionário online, a ser acessado por qualquer dispositivo (computador, tablet ou celular) e que buscará explorar quatro eixos: perfil demográfico e profissional dos trabalhadores; manutenção e novos fluxos e rotinas dos serviços; atenção prestada a suspeitos, doentes e contatos de covid-19; promoção da saúde; vigilância em Saúde; e proteção individual/familiar/domiciliar e ocupacional dos profissionais.

A pesquisa busca conhecer as medidas de proteção individual/familiar/domiciliar e ocupacional dos profissionais das equipes de Saúde da Família.

De acordo com a presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino, os resultados servem como suporte às ações governamentais e aos gestores locais. “A partir destes dados temos como conhecer como os processos de trabalho estão se comportando na atuação da Estratégia Saúde da Família diante da pandemia, do enfrentamento à Covid-19 e o que precisa ser modificado ou potencializado”, disse.

Para participar acesse: https://pt.surveymonkey.com/r/ESF_Covid-19_Brasil

Gestores paraibanos participam explanações de debates durante oficina do COSEMS

Nesta segunda-feira (28) à tarde, vários gestores participaram por meio de videoconferência, de mais uma oficina do programa “E Agora, Gestor? promovida pelo COSEMS-PB”. Durante toda a tarde, gestores que se inscreveram para participar da oficina de hoje, puderam assistir explanações sobre temas do cotidiano e também debater pautas que sempre representam desafios a gestão em saúde.

No início a secretária executiva do COSEMS-PB, Ana Carolline Carvalho realizou o acolhimento e a abertura e em seguida a explanação sobre O que é ser Gestor?. Ela foi seguida pela consultora Mércia Carvalho que falou sobre Gestão do Trabalho e Educação em Saúde e pela assessora técnica Michelle Targino que abordou o Planejamento em Saúde.

Os participantes também participaram de debates sobre a Judicialização da Saúde com a assessora jurídica Clarissa Dantas e sobre Financiamento em Saúde com a assessora técnica, Anna Katarina Galiza.

Ao final do encontro houve o momento de debate sobre a Covid-19, que acontece há cerca de seis meses para contemplar os assuntos referentes à pandemia, que se tornaram frequentes no cotidiano dos gestores.

Com essa oficina, o COSEMS vem acolhendo, apoiando e qualificando os gestores municipais constantemente sobre todos os assuntos deliberados pelas instâncias do SUS.

Inscrições para “E agora, Gestor?” estão abertas; oficina será realizada na próxima segunda (28)

O projeto “E agora, Gestor?” realizado pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (COSEMS-PB) está com as inscrições com a oferta de 20 vagas. A oficina será realizada na próxima segunda-feira (28) às 13h30.

O projeto E Agora, Gestor? dá suporte aos novos gestores de saúde, através de reuniões com a equipe técnica e jurídica e também aos demais gestores que tem no espaço a oportunidade de esclarecer dúvidas e receber informações importantes para a gestão pública de saúde.

Para saber mais, acesse o link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdHmeR7TSPsovo2WY62LCmeKBZD04aOwLLUJrHvvJCfNr22jg/viewform

COSEMS-PB destaca importância de reunião com o TCE sobre contratação e ações de enfrentamento à Covid-19

Em reunião com o TCE-PB ontem (23) à tarde, através de videoconferência, com a diretoria de Auditoria e Fiscalização – DIAFI, a diretoria e equipe técnica do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado da Paraíba (COSEMS-PB), além dos presidentes e vice-presidentes das CIRs, discutiu “Contratações no Âmbito das Ações de Enfrentamento ao COVID-19 com Indícios de Sobrepreço em conformidade com a Lei 13.979/20.

A presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino destacou importância da discussão da pauta entre gestores de saúde e auditores fiscais. “Foi uma honra nossa ter um momento como esse do TCE, exclusivo para o COSEMS com a disponibilidade de auditores para nos atender, um evento ímpar, saber que eles estão atentos às nossas falas e compreendendo melhor nossas ações em busca de atender às necessidades de saúde da população”.
Soraya Galdino também falou sobre a importância dos registros feitos pelo COSEMS como parâmetro para o período pós-pandemia. “Ouvimos dos órgãos de fiscalização que o documento que nós enviamos sobre a prática abusiva de preços dos insumos e equipamentos, baseado em relatos e valores apresentados pelos gestores e Presidentes de CIR servirá de base para toda a auditoria que venham a fazer agora ou no período pós-pandemia Covid.”

O auditor do TCE-PB, Gláucio Barreto, apresentou as orientações, com base na Lei 13.979/20, sobre procedimentos de solicitação, elaboração do projeto, estimativa de preços, reserva orçamentária, despacho/autorização da contratação direta pelo ordenador de despesa, elaboração do parecer jurídico, entre outros aspectos importantes.

O auditor Plácido Júnior, fez um complemento às orientações apresentando também alguns pontos da MPV 961/20 e os participantes abordaram sobre o papel do TCE e da DIAFI, enfatizando a importância da realização do webinário sobre recursos Covid pelo COSEMS que serviu para uma maior aproximação e articulação dos órgãos de controle e os gestores municipais de saúde e COSEMS.

O gestor de saúde de Solânea, João Elísio, que também é membro da diretoria do COSEMS destacou a atuação do gestor e do COSEMS frente a pandemia a importância dessa parceria e apoio dos órgãos de controle que vai além da fiscalização e mantém uma aproximação no sentido de conhecer a realidade municipal e trocar informações e orientações para que os recursos financeiros destinados à saúde pública possam ser executados e fiscalizados.

Gestores têm até o dia 27 de setembro para inscrever experiências na “1ª Mostra Brasil, aqui tem SUS”

As inscrições para a 1ª Mostra Virtual Brasil, aqui tem SUS – Enfrentamento à Covid-19, que acontece dentro da programação do 1º Congresso Virtual do CONASEMS se estendem somente até o próximo domingo (27). O COSEMS-PB destaca a importância da participação dos gestores e atenção ao prazo.

A “1ª Mostra Virtual Brasil aqui tem SUS – enfrentamento à Covid-19” promove o encontro, a troca de experiências, a construção de novos conhecimentos e o aprendizado entre trabalhadores e gestores da saúde no âmbito municipal.

Os trabalhos devem abordar a temática única “As ações da gestão municipal e serviços de saúde no enfrentamento à Covid-19”, que resultam em experiências de impacto positivo para o SUS em todo o Brasil.
Para inscrever sua experiência, é necessário antes realizar sua inscrição no I Congresso Virtual do Conasems. Confira o regulamento: https://congresso-virtual.conasems.org.br/mostra/

Congresso

Em relação à programação do congresso, está prevista para amanhã (22), uma live na qual os autores de cinco projetos inscritos nas etapas anteriores apresentarão seus trabalhos em transmissão ao vivo pelo canal do Conasems no YouTube.

CIRs estabelecem os Instrumentos de Gestão como pauta prioritária das discussões em toda a Paraíba

Dias 15 e 17 de setembro, a pauta do DigiSUS, dos Instrumentos de Gestão foi priorizada nas discussões das reuniões ordinárias das Comissões Intergestoras Regionais – CIRs das 4ª, 3ª e 16ª regiões de saúde do Estado, da qual participaram representantes da SEMS, SES, gerências de saúde, apoiadoras da SES, Conselho de Estado da Saúde, Conselhos Municipais de Saúde, gestores, técnicos e o COSEMS-PB.

O objetivo da discussão é fortalecer e qualificar o processo de planejamento em saúde, através da orientação aos gestores para a inserção dos instrumentos de gestão no DigiSUS – Módulo Planejamento e escutar as dificuldades dos municípios na elaboração dos instrumentos. A pauta será discutida em todas as regiões de saúde da Paraíba.

Nestas oportunidades foram apresentados o cenário de alimentação dos instrumentos de gestão de cada região, orientações para a adequada prestação de contas, considerando a Nota Técnica 07/2020, orientações gerais para alimentação do DGMP e informes gerais, como a previsão de lançamento do painel público do sistema no próximo mês e alerta para inserção até o final do ano, dos 18 instrumentos no DigiSUS.

BATE-PAPO COSEMS-PB não será realizado amanhã (18); encontro voltará em outubro

O BATE-PAPO COSEMS-PB não será realizado amanhã (18) e será retomado a partir de outubro de forma mensal. O encontro será realizado na segunda sexta-feira de cada mês e será divulgado no site e nas redes sociais.

A mudança da frequência do encontro se deve à normalização das atividades e demandas de agendas, que inviabilizam sua realização semanal.

O COSEMS-PB manterá o formato de acolhimento, escuta e apoio técnico e motivacional aos gestores, responsável por gerar um momento de reflexão e relaxamento.

Psicóloga usa metáfora da árvore para abordar gestão de vida durante BATE-PAPO COSEMS-PB

No BATE-PAPO COSEMS-PB desta sexta-feira (11), os gestores tiveram a oportunidade participar de uma palestra sobre “Como você está fazendo a gestão da sua vida”, com a participação da psicóloga Fernanda Secco. O encontro é o 11º momento promovido pelo conselho com o objetivo de proporcionar relaxamento e descontração aos gestores.

Na ocasião foi realizada uma atividade teórico-vivencial sobre gestão do estresse em tempos de crise, exposição teórica com apresentação de slides, vivência corporal e no encerramento os gestores tiveram a oportunidade de compartilhar o que sentiram no decorrer do encontro.

Em sua explanação, Fernanda Secco destacou a busca pela dimensão da vida com análise da árvore da vida com sua copa, tronco e raízes, de modo que a copa refere-se a nossa contribuição com a vida do outro, ser prestativo, ser solidário; o tronco ao cuidar da nossa saúde física e mental e as raízes que se refere a relação com o sagrado e práticas transcendentais, ligado à espiritualidade.

A psicóloga deixou claro que acontecimentos da vida como a pandemia podem nos levar a ressignificar, rever o estilo e práticas de vida para pensar, falar, fazer, buscar atitudes pessoais e contribuir com o próximo, conhecidos ou não, com o mundo, fazer a diferença.

Além de despertar reflexões de que forma estamos cultivando a nossa árvore da vida, o Bate-Papo foi realizado com momentos de meditação e reflexão para análise da árvore de vida com a aplicação da música “A Cura” – Café (duplo) do Ora pro Nobis.

Em toda a discussão ressaltou-se que é preciso, como praticar a nossa atenção plena em mudanças para manutenção do tronco em busca da nossa saúde mental e física, prevenir a depressão, ansiedade, estresse, melhoria da memória, criatividade e resolutividade de problemas.

Para alcançar estes benefícios, a psicóloga orienta a meditar, refletir em atividades do cotidiano, ouvir música, conversar com escuta qualificada, ouvir e sentir o nosso corpo, dar atenção às nossas sensações, entre outras ações, além de buscar cultivar a nossa copa, que é um sinal de processo de autoaprimoramento: sobrevivência, autoestima, relacionamentos, transformação e coesão interna e finalmente cultivar as raízes por meio da religiosidade ou espiritualidade intrínseca e não extrínseca para dar sentido à vida e a uma melhor saúde mental.

“Devemos observar e sentir os sinais que alertam no nosso corpo e na nossa vida, como estresse, ansiedade, cansaço, Irritação, baixa imunidade dor de cabeça e tensão muscular, sensação de impotência, insônia, falta de apetite ou apetite em excesso, falta de ar, doença, fases de alerta, preparação para a defesa, resposta ativa de defesa e relaxamento e quando esse ciclo de ativação não é tratado, pode afetar diretamente a saúde”.

Para reagir ao evento estressor é preciso reagir sem lamentações, traumas, e nem viver no problema, mas buscar fatores de proteção e ampliação de consciência.

“A equipe do COSEMS sentiu-se lisonjeada com o aceite da psicóloga ao nosso convite e sua participação abrilhantou o nosso Bate Papo dessa sexta e contribuiu muito com a nossa gestão de vida”, disse Soraya Galdino.

Os gestores relataram que com esse momento vivenciado no Bate Papo sentiram sensação de gratidão, leveza, paz, relaxamento, descobrir que nosso corpo fala, precisamos cuidar mais, diminuir a tensão, olhar os sinais de alerta do nosso corpo e do meio em que vivemos e ressignificar sempre mais.

“Foi uma honra mediar o encontro, os gestores me acolheram muito bem, com abertura para vivenciar o tema proposto. Diante do cenário de pressão e de ansiedade fica evidente a importância para alinharmos os conhecimentos técnicos de nossa prática profissional com estratégias que permitam nos ver integralmente nas dimensões físicas, sociais, emocionais e espirituais. Agradeço a oportunidade e parabenizo a iniciativa do COSEMS pelo cuidado aos seus membros”, disse a psicóloga Fernanda Secco.