E Agora, Gestor é destaque em live de encerramento do projeto Quintas da Curadoria

O projeto “E Agora, Gestor?”do COSEMS-PB foi o destaque da última edição da live Quintas da Curadoria, realizada numa parceria entre UFPB, Fiocruz e o Ideia SUS, todas as quintas-feiras. A live realizada na manhã desta quinta-feira (3) teve como tema “Tutoria de gestores municipais da saúde e a promoção da saúde: avanços e desafios”.

Durante a participação, a equipe do COSEMS-PB detalhou o processo de criação do projeto “E Agora, Gestor?”, explicando que ele surgiu através de uma ideia da presidente Soraya Galdino, para garantir que os novos gestores pudesse ter um aprendizado relacionado com as funções e contínua qualificação.

De acordo com a assessora técnica do COSEMS, Anna Katarina Galiza, a oficina iniciada há dois anos é uma prática que oferece orientações à cerca de planejamento em saúde, educação permanente, financiamento, judicialização e outras pautas de maior demanda nas gestões municipais e sempre atuais. “Primeiro fazemos o acolhimento e em seguida são repassadas as orientações e aberto um espaço de diálogo também com esclarecimento de dúvidas e troca de experiência entre os gestores”.

A assessora técnica explicou que no formato original realizado de forma presencial, a oficina tem duração de oito horas, com intervalo para o almoço, mas por causa da pandemia, foi adaptada ao formato remoto, permitindo a continuidade do projeto. “Trata-se de um momento muito rico em que o contato entre os gestores permite um crescimento grande com discussão de problemas e soluções”, disse.

Para quem perdeu a apresentação e quiser acompanhar, basta acessar o link da live: link: https://youtu.be/frlzzgdWEpc.

COSEMS destaca protocolo da SES com orientações para as festividades de fim de ano

O COSEMS destacou a importância do protocolo do Novo Normal para a festividades de fim de ano, que foi publicada pela Secretaria de Estado da Saúde. O guia reúne orientações para gestores, trabalhadores e para a população em geral sobre práticas adequadas ao enfrentamento da disseminação da Covid-19.

Há informações detalhadas sobre o planejamento das compras, da ceia e reuniões familiares, além de outras situações bastante frequentes neste período do ano, de aumento do convívio social.

A ideia é que o guia seja amplamente divulgado e as medidas possam ser úteis e praticadas não só nas datas comemorativas, como todos os dias por toda população paraibana e que garantirão mais segurança e menor avanço de contaminação.

Confira o guia: fim de ano

COSEMS-PB e SMS de Rio Tinto participam amanhã (3) de live abordando duas práticas de sucesso

O COSEMS-PB encerra com chave de ouro, sua participação nas Quintas da Curadoria, live que vem sendo realizada às quintas-feiras em parceria com a Fiocruz e o IdeiaSUS, através da apresentação de dois projetos de sucesso. A live de encerramento de amanhã (3) tem como tema: Tutoria de Gestores Municipais da Saúde e a Promoção da Saúde: Avanços e Desafios.

A coordenadora da atenção básica de Rio Tinto, Irna Emanuelle Lima de Medeiros de Rio Tinto e Anna Katarina Galiza do COSEMS participarão do encontro virtual com a apresentação de duas práticas que abordarão os avanços e desafios para a promoção da saúde e para se trabalhar com a tutoria de gestores municipais em saúde.

Enquanto Anna Katarina apresentará sobre o consolidado projeto “E Agora, Gestor” do COSEMS, Irna Emanuelle, falará como uma prática inovadora de saúde em Rio Tinto contribuiu e fez diferença para o atendimento de saúde pública.
A live será transmitida pelo YouTube, a partir das 11h no link: https://youtu.be/frlzzgdWEpc.

COSEMS-PB publicou nota de repúdio às prefeituras que interrompam atendimento de saúde ou persigam funcionários em função do resultado das eleições

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS-PB) publicou uma nota nesta terça-feira (1º) se posicionando de forma contrária aos gestores, que após o resultado das eleições, passaram a adotar uma postura de perseguição aos servidores públicos que não apoiaram a atual gestão e negligenciaram o funcionamento dos equipamentos municipais de saúde.

Confira a nota:

NOTA DE REPÚDIO

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde–COSEMS-PB vem a público repudiar veementemente a utilização da máquina pública na concessão de vinganças e castigos aos servidores públicos, em virtude do resultado das eleições municipais não favoráveis ao atual gestor.

Antes de mais nada os gestores públicos têm uma função para servir a sociedade, com zelo e responsabilidade, é inadmissível que este compromisso seja rompido em detrimento a interesses pessoais.

Os serviços de saúde são essenciais, cabe a Secretaria Municipal de Saúde, atribuições como planejar, desenvolver, orientar, coordenar e executar a política de saúde do município, compreendendo tanto o cuidado ambulatorial quanto o hospitalar, estes principalmente não podem deixar de ser garantidos a população.

Apesar dos municípios estarem encerrando uma gestão, que poderá ter continuidade com os mesmos governantes ou não, os serviços de saúde não podem sofrer interrupção. A recomendação dos órgãos de controle é pela constância nesse fornecimento. Essa responsabilidade não deve ser negligenciada por nenhum gestor de saúde.

É preocupante que o egoísmo, a ira e a insatisfação de alguns seja colocado acima do bem maior que é a garantia da execução das políticas públicas de saúde. Tal conduta NÃO TEM O APOIO DESTE CONSELHO, que preza pelo cumprimento da responsabilidade dos gestores municipais de saúde do início até o final de sua gestão, garantindo principalmente o acesso dos usuários aos serviços que necessitarem.

A nossa recomendação é pelo não fechamento dos serviços e garantia dos atendimentos, pois o não cumprimento destas obrigações pode trazer sérias consequências aos gestores num futuro próximo, além de prejuízos irreparáveis a uma população que carece destes serviços.

João pessoa, 01 de dezembro de 2020

COSEMS abre inscrições amanhã (1º), para o V Seminário Gilson Carvalho que este ano será realizado de forma virtual

O COSEMS estará com inscrições abertas, a partir de amanhã (1º) até o dia 7 de dezembro para o V Seminário Gilson Carvalho – Virtual: O Encerramento da Gestão Municipal de Saúde na Paraíba*, que acontecerá em formato virtual através da plataforma de videoconferência Zoom.

O webinário será realizado através de participação expositiva, é destinado exclusivamente ao Secretário Municipal de Saúde da Paraíba titular ou adjunto, sendo admitido 01 (uma) inscrição por município e terá como convidados, representantes do Ministério da Saúde, SEMS-PB, Conasems, SES-PB, TCE-PB, UFPB, IdeiaSUS, Fiocruz e do Conselho Estadual de Saúde.

As inscrições para o Seminário será realizado por meio do link https://forms.gle/pP2YwUvCEUMv29f98 até o próximo dia 7.

A abertura do evento acontecerá no dia 10 de dezembro às 13h30min com programação se estendendo até às 18h. Após o momento do acolhimento, o professor da UFPB, André Bonifácio será o moderador de uma mesa em torno do tema central do evento, com participação do Ministério da Saúde, Secretaria do Estado da Saúde, Conasems e COSEMS, que abordarão as recomendações e orientações para o encerramento da Gestão Municipal.

Em seguida haverá uma mesa sobre “Instrumentos de Planejamento no Encerramento da Gestão Municipal de Saúde”, sob coordenação da presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino e participação de representantes do MS e SEMS, abordando as Orientações para ajustes nos Instrumentos de Planejamento conforme as ações de enfrentamento à Covid-19.

O Encerramento da Gestão Municipal de Saúde sob o ponto de vista Contábil e Jurídico será o tema da terceira mesa do evento, que contará com participação do TCE-PB, abordando as Recomendações para o Encerramento da Gestão Municipal de Saúde, conforme a Resolução Normativa do órgão e as considerações jurídicas do Conasems.

Como marca registrada desse Seminário será realizada a Premiação da Medalha Gilson Carvalho que foi criada pelo COSEMS-PB no I Seminário Gilson Carvalho, como forma de homenagear uma personalidade que tenha contribuído grandiosamente com a construção do SUS na Paraíba, no sentido de fortalecer a sua implementação e consolidação.

Este ano o processo de escolha do homenageado se dará em duas fases:

  • Na primeira fase, o COSEMS-PB receberá as sugestões de nomes de personalidades com justificativa de sua indicação, por meio de formulário eletrônico disponibilizado pelo COSEMS-PB no período de 01 a 07/12/2020.

  • Na segunda fase, os nomes sugeridos, com sua justificativa, serão submetidos a votação eletrônica, por meio de formulário disponibilizado pelo COSEMS-PB no período de 08 a 09/12/2020.

O vencedor da votação será anunciado pelo COSEMS–PB, via site, redes sociais e durante o V Seminário Gilson Carvalho no dia 10/12/2020 e será condecorado com a Medalha Gilson Carvalho, após o referido Seminário.

Para tanto, solicitamos a contribuição de todos os interessados para indicar sugestão de uma personalidade que tenha contribuído grandiosamente com a construção do SUS na Paraíba para concorrer a Medalha Gilson Carvalho por meio do link: https://forms.gle/EHs4zNDz2SAJFMsx7

COSEMS-PB alerta necessidade de gestores e população reforçar medidas de prevenção à Covid

O Conselho de Secretarias Municipais da Paraíba (COSEMS) fez um alerta nesta quarta-feira (25) para que a população reforce a prevenção e obedeça os protocolos das autoridades de saúde para evitar contágio da Covid-19. Até ontem a Paraíba somava 142.898 casos do novo coronavírus, com registro de aumento de novos casos crescente na última semana.

De acordo com a presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino é preciso que todos colaborem com a prevenção. “Precisamos do apoio de toda a sociedade, dos gestores e profissionais de saúde e da população como um todo para seguir os protocolos de distanciamento social e uso de máscaras”, disse.

Há quatro meses o COSEMS-PB realizou este mesmo alerta, destacando o alcance da triste marca de 100 mil casos de morte pela doença, notificadas em todo país. Atualmente, o Brasil tem mais de 170.179 mil óbitos registrados, mais de 6 milhões de casos registrados e 5.445.095 recuperados.

“É preciso lembrarmos que enquanto para alguns podem ser apenas números, para as famílias, amigos e nós que trabalhamos com saúde, são vidas. Então mais do que nunca e enquanto não houver medicação específica para o tratamento da doença e nem a definição e acesso à vacina garantidos, é preciso seguirmos na luta contra o coronavírus”.

Oficina de alinhamento para enfrentamento da Covid-19 será realizada pela SES em parceria com o COSEMS-PB, CONASS e CONASEMS

O COSEMS-PB irá participar da Oficina de Alinhamento para os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes Comunitários de Endemias no Enfrentamento a Pandemia de Covid-19, na próxima quarta-feira (25) e no dia 2 de dezembro. O evento será realizado pela Secretaria do Estado da Saúde em parceria com o COSEMS-PB, CONASS e CONASEMS e acontecerá por videoconferência.

O objetivo da oficina virtual é promover um ambiente de discussão e diálogo para estimular a troca de experiência entre os municípios e seus profissionais. Além dos ACS e ACE, o evento se destina a enfermeiros e coordenadores da Atenção Básica de Saúde.

Os links de acesso serão enviados um dia antes de cada uma das oficinas, a do dia 25 em dois turnos e no dia 2 de dezembro, no turno da manhã.

COSEMS-PB participa de posse de Conselho de Administração da Fundação Paraibana de Gestão em Saúde

A presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino e João Elísio da Diretoria de Regionalização em Saúde, participaram na manhã desta sexta-feira (13) de solenidade telepresencial de posse dos membros do Conselho de Administração (CONSAD) da Fundação Paraibana de Gestão em Saúde.

Os membros foram nomeados através de atos governamentais de março deste ano e em ato subsequente à investidura dos membros da direção superior, mediante assinatura do termo de posse perante o Conselho de Administração.

Após a posse, os conselheiros foram convocados para participar da 1ª Reunião Ordinária destinada à aprovação do Regimento Interno e do Regulamento Interno de Compras e Contratações de Serviços (RICCS) da Fundação Paraibana de Gestão em Saúde.

BATE-PAPO COSEMS é realizado em clima integração e compartilhamento de experiências

O Bate-Papo COSEMS desta sexta-feira (13) foi realizado em clima descontraído com ênfase no compartilhamento de experiência entre os gestores de saúde, que estão numa fase de encerramento das gestões municipais e participaram de momentos de integração e reflexão através da tradicional dinâmica promovida pelo encontro.

Os gestores reforçaram e agradeceram pelo apoio constante do COSEMS, principalmente neste ano de 2020 com o enfrentamento à pandemia, além de todo o acompanhamento e suporte a processo de gestão e ao apoio técnico e também emocional.

A consultora do COSEMS-PB, Mércia Carvalho, trabalhou a dinâmica através de imagens de flores, relacionando aos sentimentos e emoções atualmente vivenciados, principalmente os gestores nesse momento de encerrando da gestão.

A música trabalhada durante a atividade foi “O Sol” de Jota Quest, que remete a uma reflexão pela busca de esperança, pela importância de cumprir uma missão como pessoa e profissional. “Em todos os momentos e principalmente agora precisamos de reflexão e motivação e é preciso que o gestor de saúde acredite que fez o melhor que pôde e fez a diferença por onde passou”.

O Bate-Papo COSEMS vem realizando atividades como dinâmicas e momentos de reflexão com o objetivo de proporcionar alívio aos gestores nesse período de pandemia. O próximo encontro está previsto para o dia 11 de dezembro às 13h.

COSEMS-PB defende revogação do Decreto Federal n° 10.530 que representa ameaça à autonomia do SUS

O COSEMS-PB se posicionou na tarde desta quarta-feira (28) em favor da revogação do Decreto Federal n° 10.530, publicado no dia 27 de outubro de 2020, uma vez que o mesmo se apresentou confuso, deixando lacunas em relação ao entendimento.

O COSEMS se manifestou receoso ao decreto e considera oportuno ressaltar que, o direito à saúde está garantido na Constituição Federal de 1988, se tratando de uma cláusula pétrea, o que torna inconstitucional a iniciativa privada dentro do SUS.

“E importante lembrar que todas as lutas pelos direitos sociais foram travadas com muita dificuldade e que a participação popular na construção coletiva é relevante na conquista pelo acesso igualitário e universal na saúde, sendo, portanto, as instâncias colegiadas tripartites fundamentais para o desenvolvimento e consolidação do SUS”, disse a presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino.

A publicação do decreto, sem a contribuição dos colegiados, tolhe o direito de participação nas decisões que envolvem a saúde pública, desrespeitando não só os colegiados, mas toda população brasileira.

Conforme definição do Ministério da Saúde, a Atenção Primária à Saúde (APS) é o primeiro nível de atenção em saúde e se caracteriza por um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, a redução de danos e a manutenção da saúde com o da saúde com o objetivo de desenvolver uma atenção integral que impacte positivamente na situação de saúde das coletividades.

A APS é a porta de entrada dos usuários no sistema de saúde, fazendo um filtro e demandando os usuários para toda a rede de serviços. Sendo assim, torna-se preocupante a permissão do decreto quanto a intervenção da administração privada na política pública de saúde que tanto faz pelos brasileiros.

“A saúde pública é executada nos municípios, maiores responsáveis pelo financiamento da APS, os quais são os mais cobrados pelos órgãos de controle e usuários. Portanto, os entes municipais devem participar ativamente na construção das decisões que nortearão o funcionamento dos serviços, isto não é ‘algo’ que está sendo reivindicado, mas sim um direito que deve ser respeitado”, disse Soraya Galdino.

E completou: “Assim, o COSEMS-PB se posiciona contra o Decreto e invoca os trabalhadores do SUS, sociedade civil, movimentos sociais, conselhos de classe, academia, para todos, unidos, mostrarem a força que têm juntos e reivindicarem a revogação imediata do Decreto Federal n° 10.530, de 27/10/2020”.