Importância da vigilância em saúde no enfrentamento à Covid foi tema de mesa na 2ª Assembleia Geral do COSEMS-PB

O Conselho dos Secretários Municipais da Paraíba (COSEMS-PB) realizou nesta segunda-feira (1º), a segunda assembleia geral ordinária de forma virtual com a mesa técnica “Vigilância em Saúde: a força da vacinação no enfrentamento a pandemia de COVID-19 sob a ótica nacional e na Paraíba que teve participação do secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros e do secretário Executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde do Estado da Paraíba , Daniel Beltrammi.

O paraibano Arnaldo Correia que está à frente da Vigilância em Saúde do Ministério de Saúde, apresentou gráficos sobre a situação do Brasil em relação ao número de casos e de óbitos, ele disse que a Paraíba a exemplo de outros estados do Nordeste, apresentou aumento significativo nas últimas semanas. O Brasil está com mais de 15 milhões de doses distribuídas, 74% da Butantan e as demais da Fiocruz.

Ele salientou o papel da vigilância na ampliação de capacidade de testagem através da implantação do programa Diagnosticar para Cuidar, dobrando a capacidade de testagem, além do fortalecimento das redes de laboratórios centrais, citando investimentos do Lacen-PB da Paraíba, que segundo ele, destaca pela boa evolução e do reforço de outras ações de combate à Covid e também a outras doenças.

Arnaldo Correia falou sobre a distribuição de vacinas, informando que para a região Nordeste foram enviadas mais de 3 milhões de doses e 297 mil foram destinadas à Paraíba e sobre a importância da implantação da vigilância genômica que tem avaliado as mutações genéticas. O secretário se colocou à disposição para a resposta de dúvidas através do encaminhamento do COSEMS. “A Secretaria está à disposição de cada secretário para que juntos possamos trabalhar e avançar na saúde pública brasileira”.

O secretário executivo, Daniel Beltrammi agradeceu a parceria do secretário da Vigilância Nacional e também frisou a importância do Lacen-PB, que tem ajudado no monitoramento estadual e na tomada das melhores decisões no planejamento de enfrentamento à Covid ao longo da pandemia. “O nosso Lacen tem alto grau de responsabilidade nos dando suporte em todos os momentos da pandemia e somos imensamente gratos pela sua sensibilidade ao fomentar o apoio ao Lacen e nessa parceria”.

Daniel Beltrammi concentrou sua fala chamando a atenção para a situação de gravidade da pandemia, citando os índices de ocupação, faixa etária, sexo, concentração de casos e comorbidades, tanto nos números globais, quanto de casos graves. Os dados são da plataforma disponível no site do Governo do Estado.

O secretário também falou sobre a mudança de bandeiras por falta de adesão ao isolamento social. “Para se ter uma ideia em janeiro nós regulávamos para internação, em média 24 pacientes por dia, em fevereiro esta média dobrou e no dia 25 de fevereiro internamos 70 pessoas em um só dia”.

Após a condução e pontuações ao longo da mesa técnica, a presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino agradeceu as participações e lembrou que diante do quadro da pandemia no Estado, os gestores precisam estar atentos e serem firmes nas ações e exigências da obediência dos protocolos. “Não está nada fácil, a situação não é de brincadeira e precisamos estarmos cada vez mais enfáticos no cumprimento das medidas sanitárias e também em conscientizar a população para não perdermos o controle”, disse.Importância da vigilância em saúde no enfrentamento à Covid foi tema de mesa na 2ª Assembleia Geral do COSEMS-PB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *