Experiência de Rio Tinto (PB) é apresentada em web oficina da Curadoria em Saúde IdeiaSUS

Nesta segunda-feira à tarde (17) foi realizada a 9ª web oficina da Curadoria em Saúde IdeiaSUS/ Fiocruz, UFPB e COSEMS-PB com a apresentação da experiência do município de Rio Tinto, a prática “Projeto Geração Saúde – combatendo a obesidade”, por Irna Emanuelle Lima de Medeiros. A oficina foi realizada através de viodeoconferência e contou com os especialistas convidados Marta Alves da Silva e Juraci Sérgio.

O objetivo da prática é oferecer um meio de melhorar a qualidade de vida da população obesa oferecendo a prática de exercício físicos, acompanhamento médico e nutricional, apoio terapêutico e ocupacional, atividade educativas e de lazer. Os usuários que participam do projeto possuem acompanhamento cardiológico, acompanhamento endócrino, avaliação nutricional e antropométrica, aulas de treinamento funcional, aulas de dança e atividades de lazer.

O projeto ganhou visibilidade e por isso incentivou outras ações como a ação anual de ¨Mobilização pela Promoção da Saúde e Qualidade de Vida¨ e também gerou um trabalho que foi aceito e apresentado no 5º Congresso Brasileiro de Psicologia na Inove, São Paulo.

No período de pandemia, o projeto foi adaptado por causa da obesidade e outras comorbidades comuns entre as usuárias das práticas e todas as atividades presenciais foram suspensas, mas o grupo foi mobilizado através da realização de atividades por meio de videoaula, prescrição de exercícios já conhecidos por elas; estímulo as práticas de exercício individual e em casa; entre outros como informativos a respeito da prevenção da Covid-19.

Marta Maria Alves da Silva, que é médica sanitarista do Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Goiás e mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual de Campinas/Unicamp (2001), além de especialista em Epidemiologia e Serviços de Saúde pela Johns Hopkins Bloomberg, parabenizou a equipe pela relevância do tema do projeto. “A obesidade hoje é uma das preocupações de saúde pública, a prevalência do sobrepeso tem atingido mais de 20% da população e obesidade com mais de 50%, um dos fatores de riscos para outras doenças cardiovasculares e agravos inclusive para a Covid-19 e esse projeto pode contribuir na redução da morbimortalidade dessa população”, disse.

A especialista ressaltou a importância deste projeto ter surgido da escuta de uma usuária e disse que a academia da Saúde surgiu como espaço importante de convivência, socialização e que atinge objetivos para além da atividade física. Em seguida ela fez algumas considerações sobre alguns aspectos do projeto e fez perguntas acerca de como ele acontece na prática.

A autora do projeto Geração Saúde, Irna Emanuelle agradeceu aos participantes pela webconferência do IdeiaSUS, a parceria entre a Fiocruz, COSEMS-PB, UFPB, municípios e convidados. “Foi um diálogo muito enriquecedor, que abriu muitos leques para novas ideias. Estamos num período de se reinventar e as propostas trazidas por todos vão ajudar demais nesse momento. Agradeço também a toda equipe de Rio Tinto que participou. A palavra de hoje é Gratidão”, disse.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer se juntar a discussão?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *