COSEMS-PB participa de Reunião Extraordinária na 8ª CIR do Alto Sertão com os prefeitos e secretários de saúde

Nesta sexta-feira (19) a Presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino, e a assessoria técnica e jurídica do Conselho, participaram, de forma presencial, da Reunião Extraordinária da 8ª CIR- Comissão Intergestores Regional do Alto Sertão, que aconteceu em Catolé do Rocha, com o objetivo de reforçar aos prefeitos dos municípios da região, a pauta debatida no dia anterior com os secretários de saúde sobre o novo financiamento da APS, a construção da lei municipal para pagamento de desempenho e sobre a utilização dos recursos COVID remanescentes.

Na ocasião, todos os pontos de pauta foram debatidos e esclarecidos, trazendo como principal encaminhamento, a decisão de implementar e formalizar as leis municipais para pagamento de desempenho de maneira conjunta no intuito de fortalecer a região.

O Presidente da 8ª CIR, Tiago Ferreira, do município de Bom Sucesso, destacou a importância do somatório de forças. “Meu sentimento é de gratidão ao COSEMS-PB, especialmente a Soraya Galdino com sua equipe preparada, a secretaria de estado pela participação do evento e estamos diariamente unindo força para lutar pelo universo objetivo que é a saúde pública do nosso estado”.

Por conseguinte, o prefeito de São Bento e também Presidente do Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Médio Piranhas (CODEMP), Dr. Jarques Lúcio da Silva II, disse que o momento foi ímpar para a construção de políticas públicas de saúde para o Médio Piranhas. “Dia muito importante com discussão,  aprendizado, análise e dedicação ao SUS para que possamos fazer mais pela saúde dos nossos municípios”.

Segundo o prefeito de Catolé do Rocha, Lauro Adolfo Maia Serafim, com a região foi possível tomar decisões conjuntas. “Juntos tomamos decisões conjuntas que tem maior margem se acertar e irão contribuir para melhorar a prestação de serviços de saúde”.

E, para finalizar, a Presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino, ressaltou a importância da discussão com os prefeitos e da região fortalecida para a tomada de decisões, enaltecendo que este exemplo de região com a gestão unida e fortalecida, é o que deve prevalecer no âmbito do SUS, já que essa atuação conjunta é uma das prerrogativas da política de saúde.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 − 1 =