COSEMS-PB contesta SES sobre municípios que não teriam ido buscar lote de vacina anti-Covid

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (COSEMS-PB) considerou inverídica a informação repassada pela Secretaria do Estado da Saúde, sobre 30 municípios que não teriam ido buscar o novo lote de vacinas Coronavac. O conselho pediu respeito e empatia diante do contexto de pandemia, em que os gestores estão enfrentando desafios redobrados no enfrentamento ao Covid-19.

A presidente do COSEMS, Soraya Galdino explicou que as informações sobre a chegada de lotes de vacina não são repassadas de forma oficial pela SES, oportunamente aos municípios, a comunicação em algumas regiões de saúde são feitas pelo Whatsap após às 22h e muitos gestores só visualizam a mensagem no dia seguinte, mas que eles vão buscar as doses dentro do prazo de 24 horas.

Ela também explicou que dos 30 municípios citados pela SES, muitos foram buscar o imunizante ontem (11) pela manhã, mas as vacinas ainda não estavam na gerência. “Avisaram aos municípios na quarta-feira à noite e ontem pela manhã ainda não havia na gerência, sem falar que não havia feito nem as 24 horas, o que não justifica passar essa informação”, disse.

Soraya também destacou que em função do aviso não ocorrer de forma oficial, muitas vezes os gestores são informados pela mídia. “Muitas vezes nós gestores, só sabemos que chegou vacina, através da própria mídia”.

E finalizou ponderando que os municípios merecem respeito e empatia, principalmente num momento de desafios impostos pela pandemia. “Nós gestores já temos problemas demais, estamos combatendo uma pandemia, cada gestor está com novos casos, falta de leitos e outros entraves. Não podemos admitir que ainda sejamos apontados injustamente por algo de forma irresponsável e mentirosa”.

Nota de Esclarecimento recebimento de vacinas nos municípios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *