COSEMS-PB alerta para risco de colapso da rede de saúde e pede união para atenuar propagação da Covid-19

Nos últimos dias instalou-se um cenário de tensão com o exponencial aumento de casos da Covid-19 na Paraíba na pior fase na saúde pública desde o início da pandemia com o risco iminente do colapso de toda a rede de serviços público e privado. Diante deste cenário assustador, o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (COSEMS-PB), se posicionou nesta segunda-feira (8) em favor de medidas mais restritivas e severas, para o combate à propagação da COVID-19 e evitar o colapso do sistema de saúde na Paraíba.

O agravamento da pandemia, ocasionado principalmente pela circulação de novas variantes do coronavírus, torna urgente a necessidade de evitar uma maior propagação da doença, considerando a limitação de ofertas de leitos de enfermaria e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em todas as macrorregiões de Saúde do Estado da Paraíba. “A velocidade de transmissão do vírus é assustadora e os profissionais de saúde estão exauridos, pois já caminham nesta luta infindável há um ano”, disse a presidente do COSEMS, Soraya Galdino.

Soraya Galdino destaca que “é dolorosa a realidade que nosso estado está vivenciando, enquanto Secretária Municipal de Saúde, entendo que é momento dos Gestores municipais, se apoiarem e se unirem, aplicando medidas mais duras, mais rigorosas e de forma uniforme impedindo assim impeçam a circulação e aglomeração de pessoas, optando pela defesa da vida em detrimento das relações econômicas e a liberdade individual. É necessário que governos municipais, estadual e federal tenha a mesma fala.”

Autoridades sanitárias, médicos, cientistas, todos são unânimes em concordar que as medidas de distanciamento/isolamento social, higienização, uso de máscaras e a vacinação são as condutas mais eficientes para conter a propagação do vírus, entretanto, no momento atual que estamos vivendo, onde não se pode garantir a vacinação de forma rápida a toda população, se faz necessário medidas mais restritivas de circulação das pessoas, pois só assim teremos uma redução mais rápida na transmissão do vírus.

Neste contexto, o COSEMS-PB insiste e ressalta a importância da união da sociedade neste momento crítico, para que unidos, possamos acontecer uma redução da transmissibilidade e agravamento da COVID-19, evitando maiores dores infligidas à população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *