COSEMS-PB alerta para circulação de variante Delta na Paraíba e reforça importância de medidas de proteção

Diante da confirmação de 25 casos de pessoas infectadas pela variante Delta da Covid-19 na Paraíba, o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (COSEMS-PB) destacou que os gestores precisam reforçar as medidas preventivas e de enfrentamento à doença.

Nesta terça-feira (31) a Fiocruz confirmou que das 27 amostras analisadas, 22 são da variante Delta e outras três possuem mutações derivadas, com incidência em 11 municípios paraibanos, a maior parte delas em Campina Grande.

A presidente do COSEMS, Soraya Galdino disse que apesar da ocupação de leitos em todo o estado estar com baixo índice de ocupação, as pessoas não podem relaxar. “A pandemia não acabou, a variante Delta está na Paraíba e se trata de uma cepa muito transmissível, então todos os cuidados orientados desde o início como distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos, devem permanecer”.

Soraya Galdino também chamou atenção para a necessidade de as pessoas serem vacinadas e completarem o esquema vacina com a aplicação das duas doses, mantendo o cumprimento aos protocolos sanitários.

De acordo com dados do SI-PNI até o momento, 2.438.777 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 972.658 completaram os esquemas vacinais onde 910.297 tomaram as duas doses e 62.361 utilizaram imunizante de dose única. A Paraíba contabiliza 433.322 casos confirmados.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − 5 =