Presidente do COSEMS-PB participa de 1ª reunião de diretoria do CONASEMS e tem fala contemplada na apresentação do Secretário Nacional de Vigilância em Saúde

A primeira reunião de diretoria do Conasems de 2020 aconteceu nesta quarta-feira (5) – início do mês a pedido do Ministério da Saúde para antecipar a reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT) de fevereiro para tratar do novo coronavírus. Participaram da reunião em Brasília, a diretoria do Conasems e 20 secretários municipais de saúde das capitais.

Na última segunda-feira (2) aconteceu em João Pessoa a 1ª Reunião Ordinária da CIB, na ocasião a Presidente do Cosems, Soraya Galdino fez um apelo a Secretaria de Estado da Saúde, no tocante a divulgação de informações do Coronavírus. O pleito foi que o Estado entendesse a protagonismo dos gestores municipais neste momento delicado de emergência de saúde pública, pois no Plano Estadual de Contingência não foi destacado o papel fundamental dos municípios nessas ações. É necessário que as informações e fluxos sejam trabalhados na ponta, nos municípios, onde de fato a ações são realizadas.

Durante a reunião de diretoria do Conasems, o Secretário Nacional de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, fez uma fala firme sobre a importância dos municípios: “Não existe nenhum caso de Coronavírus em Estados ou Ministério e sim nos municípios”. Ratificando a relevância dos municípios no enfrentamento dos problemas de saúde pública e corroborando com a luta frequente da presidente do Cosems-PB em defesa dos municípios.

Entre 18 e 27 de janeiro de 2020, a Secretaria de Vigilância em Saúde recebeu a notificação de 10 casos para investigação de possível relação com a Infecção Humana pelo novo Coronavírus e destes, somente um se enquadrou na definição de caso suspeito. Os demais não cumpriram a definição de caso, foram excluídos e apresentaram resultado laboratorial para outros vírus respiratórios como o vírus Influenza A/H1N1, Influenza A/H3 e Rhinovirus.

Durante a reunião também foi apresentada a Lei Orçamentária Anual da União para 2020. Neste ano, o orçamento do Ministério da Saúde é de 134 bilhões de reais e há programações condicionadas à aprovação Legislativa de 4,2 bilhões de reais. Somente para a Atenção Básica, a pasta tem 30 bilhões de reais previstos, 11% a mais do que no ano passado.
Outro ponto de pauta da reunião foi sobre o novo modelo de financiamento da Atenção Básica.

De acordo com a presidente do COSEMS-PB e diretora de Regionalização e Descentralização, Soraya Galdino, o encontro foi extremamente proveitoso para os encaminhamentos iniciais do ano e dá conta das demandas mais urgentes, a exemplo das discussões sobre o novo coronavírus.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.