Posts

Inclua no prato 12 alimentos que hidratam

Manter a hidratação é fundamental para segurar o metabolismo em ordem e também para evitar problemas como tontura e pressão e baixa. Quando o clima esquenta, o desafio é maior: água, sucos naturais e outros refrescos precisam ficar por perto o dia inteiro, evitando as crises de desidratação. Outra forma de contribuir para que seu corpo permaneça hidratado é investir em frutas e legumes que contêm água na composição.

É importante ressaltar que o consumo desses alimentos não elimina o consumo de água. “A ingestão de água é essencial para regular uma série de funções no organismo. Sem o líquido, vários sistemas vitais são comprometidos, desde o controle da temperatura corporal até a circulação sanguínea”, afirma a nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional. Mas o consumo regular das sugestões que você acompanha a seguir contribui para que os desconfortos causados pela desidratação deixem de incomodar. Todos eles contêm mais de 80% de água na composição e vão ajudar você a manter o pique.

Melancia

Logo na primeira mordida já dá para perceber que a melancia é cheia de água – precisamente 92%, com 31 calorias a cada cem gramas da fruta. Além de água, a melancia também possui vitaminas do complexo B, vitamina C e vitamina A, que protegem a visão e pele, previnem infecções e combatem radicais livres. Cálcio, ferro e fósforo estão no time de minerais presentes na fruta: o primeiro fortalece nossos ossos, os últimos melhoram nossas funções cognitivas. Outra forma de consumo é em sucos, sem a necessidade de açúcar ou adoçante.

Morango

Delícia muito usada em sobremesa, 100 gramas de morangos têm 92% de água em sua composição, 30 calorias e podem acompanhar desde a salada até o bolo no café da tarde. “Essa fruta contém ácido elágico, que evita danos nas células, auxiliando na prevenção do câncer”, conta a nutricionista Maria Cortez, da Nutri&Consult.

De acordo com a nutricionista Roseli Rossi, o morango também possui também fisetina, um nutriente muito importante para a memória, além de fósforo, potássio e magnésio – nutrientes essenciais para o bom funcionamento do sistema nervoso central.

Pêssego

Com apenas 35 calorias, um pêssego médio tem 89% de água e é importante para a prevenção de problemas relacionados à visão e a pele, por conter quantidades significantes de vitamina A. Pode ser consumido puro, em suco ou acompanhando de outras frutas.

Framboesas

Famosas pela presença de antioxidantes, as framboesas também são excelentes quando o assunto é hidratação. Uma porção com 100g da fruta tem 87% de água, 57 calorias e, de acordo com a nutricionista Maria Cortez, propriedades capazes de diminuir os sintomas da TPM, como as cólicas e oscilações de humor.

Abacaxi

Com 48 calorias e 87% de água em 100g, o abacaxi é composto por vitamina C, ácido málico e bromelina. “Este último auxilia na digestão, por isso o ideal é consumi-lo como suco em fatias após uma refeição”, conta a nutricionista Maria Cortez.

Pepino

O pepino tem 17 calorias a cada 100g e é composto 96% de água. Para aproveitar melhor esse benefício o ideal é consumi-lo cru, na salada ou sozinho. Esse alimento possui nutrientes como potássio (aliado na luta contra hipertensão) e vitamina C, que fortalece nosso sistema imunológico. “O pepino também possui fibras, que são importantes para um bom funcionamento intestinal”, afirma a nutricionista Maria Cortez.

Abobrinha

A abobrinha também apresenta uma grande quantidade de água (95%) em sua composição. De acordo com a nutricionista Maria Cortez, ela também é rica em vitamina B3, que auxilia na manutenção dos níveis de colesterol. “Recentes pesquisas mostraram que essa vitamina pode inclusive elevar os níveis de colesterol bom”, completa. É comum cozinhar a abobrinha antes de comer, o que acaba retirando boa parte da água desse alimento. Se a intenção for hidratar, prefira consumi-lo cru, ralado ou fatiado na salada.

Tomate

Marcando presença na maioria dos pratos, 100 gramas de tomate têm 94% de água e só 20 calorias. Além disso, o alimento oferece nutrientes como potássio, fósforo, vitamina A e vitamina C – que fortalece o sistema imunológico, prevenindo doenças.

Cenoura

Uma xícara de cenoura é composta 88% de água e tem 45 calorias. Muito conhecida por seu alto teor de vitamina A, a nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional, explica que a cenoura também possui vitamina C, vitaminas do complexo B e magnésio – que tem propriedades anti-inflamatórias. Você pode consumir a cenoura fatiada, ralada ou naquelas versões mini, como um lanche entre refeições.

Salada que hidrata

Para acompanhar o pepino, o tomate, a cenoura e os rabanetes, você pode completar sua salada com folhas que também possuem muita água. “Das folhas, a que mais hidrata é sem dúvida a alface”, conta a nutricionista Maria Cortez. Uma xícara de alface tem 96% de água e apenas 10 calorias.

Já uma xícara de espinafre tem 92% de água e 40 calorias, além de ser riquíssima em cálcio, potássio e vitamina A. O repolho, além de ter 93% de água e 15 calorias em uma xícara, também é rico em potássio.

Fonte: 

Site MinhaVida

No verão, população deve ingerir de um litro e meio a dois litros de água por dia

Foto: Corbis.com

Foto: Corbis.com

O verão chega nesta sexta-feira (21). E durante o período de férias dessa estação, boa parte da população brasileira aproveita para curtir praias, rios, cachoeiras e piscinas. Ao passar o dia fora de casa e exposto ao sol, no entanto, é preciso tomar alguns cuidados com a alimentação pra não ter que trocar o lazer por uma cama de hospital. O primeiro e mais essencial deles é ingerir bastante água.

A coordenadora geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Patrícia Jaime, explica que, nesse período, o recomendado é tomar em média dois litros por dia. ”Recomendamos um consumo de um litro e meio a dois litros no mínimo de líquidos. Esses líquidos devem contemplar principalmente água natural, mas também podem ser obtidos através de chás, sucos, de preferência de bebidas não açucaradas. Porque essas bebidas açucaradas, a exemplo dos refrigerantes, contribuem bastante para o ganho de peso e para a obesidade na infância”.

Como no verão é comum as pessoas comprarem alimentos e bebidas de vendedores ambulantes, a coordenadora de Nutrição destaca que é preciso ter cuidado com esses produtos, principalmente com aqueles que ficam expostos ao sol e são fáceis de estragar. Isso porque o risco de intoxicação alimentar é maior no verão tanto em adultos, quanto em crianças. ”É preciso observar a situação de higiene do ambiente onde você vai comprar o alimento. Se é um alimento que necessita de refrigeração, que ele não seja comprado em estabelecimentos que não garantam essa qualidade sanitária. Dê preferencia por alimentos frescos e nunca comprar alimentos que você está desconfiando da procedência”.

Patrícia Jaime dá dicas de como deve ser o café da manhã ideal antes de sair para a praia: “É importante primeiro garantir um bom café da manhã. Então, um café da manhã que contenha frutas, pães, de preferência integral, leites, queijos magros para que a criança e adulto esteja preparada para a rotina de lazer ao longo do dia”.

O Ministério da Saúde conta com um Guia Alimentar da População Brasileira que oferece mais de 50 tipos de porções de alimentos que podem ajudar a montar um cardápio saudável. Para ter acesso a essas informações basta acessar: www.saude.gov.br/nutricao. Se mesmo tomando todos os cuidados, a pessoa ainda assim se sentir mal com vômitos, enjoos e diarreias, o recomendado é procurar uma Unidade de Saúde Básica (UBS) mais próxima.

 

Fonte: Blog da Saúde