Força de vontade para uma saúde melhor

Foto: Corbis.com

Pessoas que cumprem o que prometeram fazer costumam ser mais saudáveis do que as que não persistem nas suas intenções. Procure desenvolver o hábito de tornar-se uma pessoa que realiza o que determinou, e os benefícios dessa atitude não tardarão a surgir tanto para a sua vida como para sua saúde.

O professor de psicologia Alan Christensen, da Universidade de Lowa, descobriu que nossas atitudes e posturas diante da vida têm reflexos na nossa saúde. “Você será mais saudável se for uma pessoa confiável”, diz ele.

“Uma pessoa confiável é dedicada, capaz de controlar-se e determinada a aceitar desafios em busca da própria realização. Resumindo, é alguém que cumpre seus compromissos com firmeza, sem hesitar, seguindo o rumo que traçou para atingir uma meta”

O professor Christensen afirma que para ele é tão importante conhecer as características da personalidade de seus pacientes quanto saber de sua condição puramente física. “Antes, quando encontrava uma pessoa ansiosa, insegura nas suas determinações, ou passiva ante os problemas, eu costumava pensar: ‘Ah, isso é só o jeito de cada um, e não dava maior atenção a esses aspectos. Hoje sei que são fatores potencialmente importantes para saúde física, a tal ponto que essas características podem vir a abreviar nossas vidas.”

Ainda que esses traços de personalidade não sejam fáceis de mudar, o professor Christensen diz que é possível adquirir maior grau de consciência em relação a eles para administra-los melhor. “Além disso”, afirma ele, “os médicos deveriam levar em conta o fato de que a personalidade de seus pacientes pode representar um risco para eles. Com base nessa informação, avaliam melhor a necessidade de acompanhamento que o caso merece e qual a forma mais eficiente de tratar cada pessoa.”

Em estudo sobre pessoas que sofrem de doenças crônicas, pesquisadores da Universidade de Iowa descobriram que aqueles que costumam ser dedicados, determinados e confiáveis têm uma probabilidade trinta e seis por cento menor de morrer prematuramente.

 

Fonte: Site Vida Saudável

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *