Cosems/PB participa do II Congresso de SMS’s Norte/Nordeste

1902962_707509042620472_7779005500101167514_n

Desde a última segunda-feira (14), o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba participa do II Congresso de Secretarias Municipais de Saúde das Regiões Norte e Nordeste, que este ano está sendo promovido pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems/AM). Estão representando o estado da Paraíba, a Presidente do Cosems/PB Dra. Soraya Galdino, a Vice-Presidente Sandra Núbia e o Diretor de Finanças Jammes Ferreira, que também representa o Estado na discussão sobre o Siops.

Presenças como a do Ministro da Saúde Arthur Chioro, e do Governador do Amazonas José Medo, marcaram a abertura do evento. O Congresso, que este ano traz como tema “Desafios para a construção de Políticas Públicas de Saúde com foco nas especificidades regionais do Norte e Nordeste”, tem como objetivo principal promover uma discussão acerca da gestão em saúde, da regionalização, do financiamento, entre outros assuntos, buscando propor soluções para as dificuldades pelas quais passam as populações das regiões em debate.

Para a Presidente do Cosems/PB Dra. Soraya Galdino o evento é bastante significativo porque proporciona uma oportunidade dos Estados estarem discutindo pontos que são relevantes em cada região. “Esse evento faz com que possamos discutir nossa realidade, apresentando problemas reais que são enfrentados pelos gestores municipais, e por mim, enquanto Presidente de Cosems, gerando uma reflexão regional”, ressalta Soraya. Durante o evento, a Presidente participou do lançamento da Revista “Educação Popular”, na tenda Paulo Freire, que também contou com a presença do Secretário da Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde – SGEP/MS – , o paraibano André Bonifácio.

O evento acontece até esta quinta-feira (17), e conta com aproximadamente 700 participantes entre secretários municipais de saúde, técnicos e trabalhadores do SUS da Região Norte e Nordeste, que discutem modelos diferentes e especiais de gestão de saúde nos 16 estados que compõem as duas regiões, por conta das peculiaridades de transporte, acesso, habitação, que diferem o Norte e o Nordeste das demais regiões brasileiras.

1897764_707507539287289_6027510574872256005_n

Arthur Chioro afirmou que, não levar em consideração as peculiaridades de cada Estado é deixar de produzir justiça social. Ele também ressaltou que o encontro será uma oportunidade única para aprofundar discussões sobre temas como a organização da atenção em saúde, com o Programa Mais Médicos, implantado em 2013 pelo Governo Federal, a situação dos hospitais de pequeno porte, o financiamento diferenciado das unidades básicas de saúde, entre outros pontos.

“Esse momento é muito privilegiado, de troca de experiência e aprendizado, mas, principalmente, de olhar para a realidade que o Norte e o Nordeste exigem. Se a política de saúde não for discutida com os governos estaduais e municipais, as chances de erramos são muito grandes”, disse o ministro.

Com informações do Cosems-AM e da Agência de Comunicação do Amazonas

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × cinco =