Posts

Portador de doença reumática terá acesso a remédio pela tabela do SUS

O Ministério da Saúde incluiu medicamento para tratamento de doenças reumáticas na tabela do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com portaria publicada na edição de hoje (8) do Diário Oficial da União, passa a integrar a lista o naproxeno 250 miligramas e 500 miligramas, por comprimido. O remédio é um anti-inflamatório com ação analgésica e antitérmica.

As doenças reumáticas, ao contrário do senso comum, não apresentam como sintomas apenas dores ósseas ou nas articulações, mas, também, em outros órgãos, como rins, olhos, pulmões e pele. A estimativa é que 30 milhões de brasileiros sofram de doenças reumáticas, dos quais 10% deles de artrite reumatoide.

doencasreumaticasA relação com os todos os procedimentos contemplados no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica, estratégia do Ministério da Saúde que prevê acesso a medicamentos no âmbito do SUS, é definida pela Portaria GM/MS Nº 2981. A lista é elaborada a partir da assessoria da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), órgão colegiado de caráter permanente, integrante da estrutura regimental do Ministério da Saúde, responsável pelo processo administrativo para incorporação, exclusão e alteração de tecnologias em saúde pelo SUS.

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br

SUS vai distribuir remédio para hemofilia “A” com tecnologia mais segura

O SUS vai passar a distribuir o medicamento chamado fator 8 recombinante, uma droga não-derivada de plasma humano e que é mais segura no controle da hemofilia A. O Ministério da Saúde pretende iniciar a ação, que vai beneficiar nove mil pacientes, ainda em 2012.

Estima-se que 97% das pessoas que precisam de reposição desse fator no país recebem o produto derivado. O fator que passará a ser oferecido é tido como mais seguro por afastar qualquer chance de contaminação por vírus que circulam no sangue.

O ministério está em negociação final com o laboratório estrangeiro que fabrica o fator. Estima-se que, com a transferência de tecnologia, o Brasil consiga iniciar produção local em até de anos. Alguns centros brasileiros já estudam o desenvolvimento do remédio.

A hemofilia A causa dificuldade de coagulação em sangramentos nas articulações, músculos e outras partes do corpo, devido a deficiência de fator 8 no organismo.

Fonte: Site Dr. Dráuzio Varella