Posts

INCA – Inscrições do Processo Seletivo 2013 foram prorrogadas

O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), por meio da sua Coordenação de Educação (CEDC), e a Fundação do Câncer tornam público o processo seletivo para ingresso, no ano letivo de 2013, nos Cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio: Formação em Citopatologia, Qualificação em Histotecnologia e Especialização em Radioterapia do INCA.

Os cursos visam à qualificação dos profissionais em conhecimentos e habilidades técnicas em áreas específicas e são fundamentados pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9394/96 e pela Resolução CNE/CEB nº 4 de 8/12/1999 e suas atualizações.

Os cursos do INCA serão desenvolvidos em diferentes Unidades Hospitalares, em regime de 40 (quarenta) horas semanais, sob a orientação de profissionais de reconhecida qualificação ética e profissional.

Todas as informações pertinentes ao processo podem ser obtidas através do Edital. Acesse o sitio do INCA – www.inca.gov.br – ver em cursos e eventos.

Edital do Processo Seletivo 2013

INCA publica cartilha com dicas para se proteger do câncer

Com o objetivo de evitar o surgimento do câncer, o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), vinculado ao Ministério da Saúde, publicou a cartilha “Câncer: a informação pode salvar vidas”, com 10 dicas simples e eficazes para se proteger contra o desenvolvimento da doença.

O manual mostra ações preventivas como a realização de 30 minutos diários de atividades físicas, não fumar, evitar bebidas alcoólicas e manter uma alimentação saudável. O nutricionista do INCA, Fábio Gomes, explica que o tipo de alimentação que se consome pode contribuir para o surgimento da enfermidade. “Os alimentos embutidos possuem conservantes com compostos que podem ser cancerígenos. Eles agridem o estômago e podem aumentar as chances de um câncer no estômago ou no intestino”.

Outra atenção necessária, destacada pelo nutricionista, é em relação aos alimentos ricos em gordura. “Alimentos ricos em sal tem uma quantidade de gordura muito maior, facilitando o desenvolvimento da obesidade. Indiretamente todos os alimentos que proporcionam o desenvolvimento da obesidade vão facilitar o desenvolvimento de câncer”. O consumo de refrigerantes também precisa ser feito com cautela, já que contribui para o aumento de peso. “A obesidade em si, é um fator de risco para o desenvolvimento de câncer no esôfago, no intestino, rins, vesícula, pâncreas e mama. Por isso que o consumo de alimentos gordurosos está diretamente associado ao surgimento do câncer”, ressalta o nutricionista Fábio Gomes. Leia mais