Posts

Governo acelera inclusão de drogas no SUS

No último ano, o governo federal acelerou o ritmo das análises feitas para incorporar à rede pública novos remédios e procedimentos.

É o que indica um balanço feito pelo Ministério da Saúde a pedido da Folha sobre o primeiro ano de funcionamento da Conitec, comissão do ministério que avalia os pedidos de incorporação feitos pelo próprio governo, por empresas e entidades.

Em 2012, a comissão analisou 135 pedidos e aprovou 29 tecnologias –entre elas a vacina contra hepatite A.

Outros 61 pedidos de inclusão foram negados e 45 ainda estão em avaliação.

Infográfico: Folhapress

Estrutura que antecedeu a Conitec, a Citec avaliou 174 pedidos e incorporou 81 itens entre 2006 e 2011. O levantamento abarca as tecnologias mais relevantes, já que nem toda incorporação tinha que passar pela antiga Citec.

Ou seja, o estudo aponta para um aumento de quase quatro vezes no número de análises feitas em 2012 –conclusão reforçada por estudos feitos pela indústria de medicamentos no país aos quais a reportagem teve acesso.

Para o ministro Alexandre Padilha (Saúde), esse crescimento demonstra que foi correta a ideia de organizar os fluxos e criar prazos para a avaliação. “E não se confirmou a preocupação de alguns usuários de que a Conitec ia retardar a incorporação.

Fonte: Folha

As novas drogas antiobesidade

O arsenal de armas contra os quilos a mais só cresce. E sua eficácia também. (Foto: Corbis.com)

(Foto: Corbis.com)

O arsenal de armas contra os quilos a mais só cresce. E sua eficácia também. 

Dois novos medicamentos contra o peso extra foram aprovados pela FDA, agência que regulamenta remédios nos Estados Unidos. Pelo menos um deles, o lorcaserin, deve chegar ao Brasil em aproximadamente dois anos. “Quanto mais opções disponíveis no mercado, maior a chance de as pessoas encontrarem um tipo de tratamento ao qual se adaptem”, opina o endocrinologista Bruno Halpern, da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica.

 

Lorcaserin
Topiramato e fentermina
Sibutramina
Onde foi
liberado
Estados Unidos Estados Unidos Brasil
Como age Induz a saciedade.
O ideal é comer pouco
para aproveitar
esse efeito
Inibe o apetite, funciona
como estimulante e
diminui a ansiedade
Aumenta a saciedade. Funciona melhor quando se
ingerem porções
menores
Quem deve
usar
Aqueles que têm
fome o dia todo
Pessoas que comem por
impulso e sem controle
Quem exagera para valer
nas garfadas
Reações adversas Dor de cabeça, tontura,
enjoo e constipação
Insônia ou sonolência e
baixa disposição
Aumento da pressão
e da frequência
cardíaca
Dosagem A princípio é indicado
o uso de um comprimido
por dia
Dependendo do objetivo,
pode ser receitado mais
de uma vez ao dia
A Anvisa determina o uso
de apenas uma
pílula diária
Contraindicações Não tem restrições
severas. Seu uso é
liberado para diabéticos
e pessoas com
pressão alta
Aqueles com risco de
doenças cardiovasculares
não devem apelar para
o medicamento
Diabéticos precisam ficar atentos. Quem tem problema
no coração também
Perda de peso Entre 5 e 10% Até 9% 5% do peso corporal
Fonte: Site da Revista Saúde

MS aposta nos jovens para prevenir violência e uso de álcool/drogas

Adolescentes e jovens de 10 a 29 anos de idade serão os beneficiários diretos de projetos que serão selecionados pelo Vivajovem.com. O objetivo da iniciativa, lançada por meio de edital de seleção pelo Ministério da Saúde, é de incentivar ações de intervenção e formação de adolescentes e jovens promotores de saúde. A ênfase está na prevenção de violências e prevenção/redução de danos no uso de álcool e drogas.

Podem participar da seleção entidades estudantis e instituições privadas sem fins lucrativos que tenham comprovada a experiência de, pelo menos, três anos em atividades referentes ao Vivajovem.com. Cada proponente poderá apresentar apenas um projeto que, se aprovado, terá o prazo de execução entre 12 e 24 meses.

O Edital de Chamamento Público nº 12/2012 ficará disponível no portal do Fundo Nacional de Saúde (www.fns.saude.gov.br); do Ministério da Saúde (www.saude.gov.br) e do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (www.unodc.org.br). As dúvidas em relação ao edital devem ser encaminhadas à Área Técnica de Saúde de Adolescentes Jovens pelo e-mail maisjuventude@saude.gov.br ou pelos telefones (61) 3315 9129 / 3315 9128.

PROJETO

O Vivajovem.com é uma iniciativa do Ministério da Saúde e do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) que conta, ainda, com a parceria da Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (SCDC/MinC). Tem por objetivo apoiar e qualificar projetos de intervenção e capacitação voltados à juventude para formar multiplicadores que promovam a interação com a comunidade e com as escolas, criando mecanismos de integração de adolescentes e jovens com os serviços de saúde e outras políticas públicas.

O Ministério da Saúde e parceiros, por meio do Vivajovem.com, pretendem formar uma rede virtual entre os proponentes e os jovens beneficiados pelos projetos, para o intercâmbio de experiências e conhecimentos, e para a divulgação de boas práticas de promoção da saúde de adolescentes e jovens.

Fonte: MS