Posts

Atividades físicas durante a gravidez são benéficas à mãe e ao bebê

Foto: Claudia Rehm/Westend61/Corbis

Foto: Claudia Rehm/Westend61/Corbis

A prática de atividades físicas durante a gravidez é importante e traz benefícios tanto para a mulher quanto para o bebê. Para a futura mamãe, ajuda no bem-estar físico e mental durante os nove meses, prepara para o esforço do parto e ainda contribui para o corpo a voltar à forma depois que o bebê nascer.

“Atividade física durante a gravidez é uma medida preventiva que busca impedir diabetes gestacional, pré-eclâmpsia, trombose e outras morbidades gestacionais. Uma boa opção é a caminhada, durante meia hora, cinco vezes por semana”, observa Milber Fernandes Guedes Junior, obstetra e chefe da Unidade Materno-Fetal do Hospital Federal dos Servidores do Estado (HSE), no Rio de Janeiro (RJ). “Quando a paciente já tem o hábito da prática esportiva, recomendo apenas que ela se adapte à nova situação. Já para a gestante sedentária, que vai iniciar uma atividade física, indico a partir do segundo trimestre”, completa o médico.

Fernandes ressalta que, como a atividade física durante a gestação é boa para a mãe, consequentemente, traz benefícios para o bebê. “Já que viabiliza boas condições intrauterina, a atividade física materna impede alterações metabólicas, diminuindo o risco do bebê nascer prematuro ou com sobrepeso”, explica.

Não existe um único tipo de exercício ideal para a gestante. A escolha deve levar em conta a adaptação ao exercício e bem-estar. “Qualquer atividade física é bastante interessante. A hidroginástica e a musculação podem ser combinadas com a caminhada”, orienta o obstetra. No entanto, exercício físico de alto impacto, ou esportes de contato físico e risco de trauma devem ser evitados pelas futuras mamães. E há alguns casos em que as atividades físicas durante a gestação são contraindicadas, como históricos de partos prematuros ou abortamentos repetidos, incompetência cervical ou placenta prévia.

Mãe de três filhos, a fotógrafa do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais Magda Fernanda procura manter-se sempre ativa. Atualmente ela faz treinamento personalizado com a equipe do Programa de Melhoria da Qualidade de Vida no MS, Geração Saúde (CAS/CGESP/SAA/SE). Mas, durante a gravidez, Magda dá preferência à pratica da yoga. “Essa atividade me ajuda a deixar o corpo inteiro mais flexível e tonifica os músculos com pouco ou quase nenhum impacto nas articulações. A prática regular também é excelente para a rápida recuperação pós-parto”, justifica.

O chefe da Unidade Materno-Fetal do HSE conta que atividades isométricas para a musculatura abdominal já podem ser iniciadas dois ou três dias após o parto. Para outras atividades, ele ressalta que o ideal é esperar 20 dias pós puerpério. No entanto, Milber Fernandes adverte que atividades excessivas podem diminuir a quantidade de leite materno. “Puérperas que exageram na quantidade de atividade física, têm grande chance de diminuir a produção de leite e prejudicar a amamentação. Atletas profissionais, por exemplo, como voltam rápido ao treinamento de alta performance, param de amamentar cedo”, exemplifica.

Feminino fortalecido – E o sexo durante a gravidez machuca o bebê ou atrapalha o desenvolvimento da gestação? A coordenadora da área técnica de Saúde da Mulher do Ministério da Saúde, Esther Vilela, destaca que, quando não é uma gravidez de risco, não existe restrição para as relações sexuais durante os nove meses de gestação. “A relação sexual deve ser estimulada e exercitada até o momento do parto. Nas culturas mais tradicionais, como nos indígenas, é dito que é a relação sexual que alimenta uma gravidez. Isto porque, quanto mais relação com o parceiro a grávida tem, mais o lado feminino é fortalecido. Isto tanto é bom para a mãe, quanto para o bebê e o casal”, explica Esther Vilela. Além disso, em condições normais de gestação, o sexo não machuca o bebê, pois ele está protegido dentro do útero.

Fonte: Ana Paula Ferraz / Agência Saúde

 

Conheça dez benefícios da maçã para a saúde

Um velho ditado diz que comer uma maça, por dia, mantém o médico afastado. A concentração de fibras e vitaminas B, C e E faz desta fruta uma importante aliada na prevenção de doenças. Caso não saiba do poder da maçã, conheça dez benefícios que esta fruta pode trazer.

Diabetes: A maçã é rica em pectina, uma fibra que ajuda no controle da glicemia. Recomenda-se o consumo de duas maçãs pequenas diariamente, esta quantidade é suficiente para a dose de pectina necessária.

Colesterol: Pesquisadores da Universidade da Flórida constataram que a fibra pectina também auxilia na redução do mau colesterol ao formar uma fibra na parede intestinal impedindo a absorção do colesterol e de outras gorduras. O estudo foi realizado com 160 mulheres entre 45 e 65 anos de idade.

AVC: Frutas com a polpa branca, como maçã e pera, podem reduzir o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Esta é a conclusão de um estudo feito pela Universidade de Wageningen, na Holanda, em que foram acompanhadas 20.069 pessoas, entre as idades de 20 e 65 anos. A pesquisa levou dez anos para ser desenvolvida. Após este período, os pesquisadores viram que as pessoas que mais comiam alimentos de polpa branca de frutas e legumes tinham 52% menos chances de ter um AVC. Apesar de deixarem claro que é preciso ter mais estudos para confirmar as descobertas, os estudiosos afirmam que o consumo de uma maçã por dia, reduz o risco em cerca de 40%.

Problemas respiratórios: A maçã possui antioxidantes que ajudam a melhorar a capacidade respiratória e ainda protegem os pulmões. Uma pesquisa feita pela Universidade de Nottingham, Inglaterra, mostrou que as pessoas que comem cinco maçãs ou mais por semana têm menos problemas respiratórios, incluindo asma. A maçã também possui uma propriedade adstringente que auxilia a garganta e as cordas vocais.

Doenças estomacais: A maçã possui agentes cicatrizantes que ajudam os que sofrem de problemas como azia, gastrite e úlceras, além de auxiliar no funcionamento intestinal. Esta fruta age de forma benéfica na mucosa do sistema digestivo. Quem tem problemas de má cicatrização, equimoses e sangramento das gengivas também pode melhorar este quadro comendo maçã.

Prevenção de cárie dentária: Esta infecção é causada por causa de bactérias e o sumo das maçãs têm propriedades que podem matar até 80% destes germes. Por isso, alguns dentistas recomendam oferecer maçãs para as crianças que comem muitos doces, pois a fruta ajuda a proteger a superfície dos dentes e gengivas.

Cérebro: Devido às vitaminas do complexo B, a fruta também ajuda na prevenção de todo o sistema nervoso. Isso se dá por ela ser uma ótima fonte de nutrientes, sendo rica em vitamina C e ácido fosfórico.  Desta forma, a maçã ajuda a evitaar doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson.

Câncer e envelhecimento: Por ser rica em taninos e flavonóides, que são fitonutrientes que agem como antioxidantes, adstringentes e antiinflamatórios, a fruta ajuda na prevenção do envelhecimento precoce. Os flavonoides também auxiliam em doenças cardiovasculares. Além disso, a maçã possui componentes que ajudam na prevenção do câncer de cólon, de próstata e de mama.

Saciedade: As maçãs são muito recomendadas aos que querem começar uma dieta. Isso porque a fruta possui fibras que ajudam a dar a sensação de saciedade. A casca, por exemplo, possui fibras insolúveis que não são digeridas e, por isso, ficam no estômago por mais tempo. Ela também tem o poder de reduzir a vontade de comer doces e chocolates.

Vitaminas: Não é possível falar de todos os benefícios da maçã, que são inúmeros. Mas, em resumo, por ela ter vitaminas B1, B2, B3, a fruta auxilia no controle do crescimento, ajuda a evitar problemas de pele, evita a queda de cabelo e ainda regula o organismo.

Fonte: http://www.portaldoconsumidor.gov.br

Melancia: Um Viagra Natural – Os Benefícios De Se Comer Melancia

melanciaUma fatia de melancia podem ter efeitos semelhantes aos do Viagra, um medicamento para combater a disfunção erétil, podendo até aumentar a libido.

Pesquisa realizada pela Universidade do Texas A & M, EUA, disse que os fito-nutrientes (licopeno, betacaroteno e citrulina) que contém a melancia, atuam sobre os vasos sanguíneos e podem combater a impotência.

De acordo com os cientistas que conduziram a pesquisa, esses componentes, especialmente citrulina, tem o poder de relaxar os vasos sanguíneos, como a pequena pílula azul.

Citrulina, quando ingerido, é convertido para a arginina (aminoácidos), o que também aumenta a produção de óxido nítrico e beneficia o sistema circulatório e sistema imunológico.

Bhimu Patil, diretor do Centro de Aperfeiçoamento de Frutas e Legumes da A & M University, disse que “quanto mais estudamos a melancia, mais nos convencermos o quão incrível é essa fruta para fornecer elementos que fortalecem o corpo humano”.

Sabe-se que existem muitos fatores fisiológicos e psicológicos que podem causar a impotência. E embora possa não ser tão específico quanto o Viagra (que é direcionado para a indução de ereções penianas), a melancia pode ser uma ferramenta sem efeitos colaterais, dizem os cientistas.

Eles acreditam que a fruta tem outros benefícios, como ajudar o ciclo da ureia para remover amônia e outros resíduos tóxicos do corpo.

O único problema é que a citrulina é encontrada em concentrações mais elevadas na casca de melancia.

No entanto, a pesquisa está em andamento para explorar a possibilidade de produzir novas variedades de frutas com maior concentração de citrulina na polpa e menos na casca.

O Viagra, assim como o Cialis e Levitra são medicamentos prescritos para prevenir a disfunção erétil, dilatando os vasos sanguíneos.

Propriedades Nutricionais da Melancia

Melancia é uma fruta que é mantida em perfeito estado por duas semanas, se mantido a 15 ° C, em até três semanas em 7-10 ° C. Uma vez que é muito sensível ao frio não deve ser mantido em temperaturas abaixo de 7-10 ° C. Sua espessa casca permite-lhe colocar-se em bom estado por vários dias em temperatura ambiente.

Melancia é o fruto que contém mais água (93%), seu valor calórico é muito baixo, apenas 20 calorias por 100 gramas. Os níveis de vitaminas e minerais são pouco relevantes, sendo o potássio e magnésio sua maioria, embora em quantidades menores, em comparação a outras frutas.

Os Benefícios da Melancia

  • A cor rosada da sua polpa é devido à presença de pigmento licopeno, uma substância com capacidade antioxidante.
  • Possui propriedades de limpeza.
  • Recomenda-se para rins ou trato urinário.
  • Muito adequado em dietas de emagrecimento.
  • Consumo produz saciedade.
  • Seu conteúdo de fibras ajuda a limpar o intestino.
  • Promove a eliminação de resíduos tóxicos.
  • Ajuda a manter a pressão sanguínea estável

 

Fonte: Saúde Dicas