COSEMS/PB participa da 7ª reunião da CIB com informes, discussões e encaminhamentos de pautas da saúde

A 7ª reunião da Comissão Intergestores Bipartite aconteceu na tarde desta segunda-feira (3) no Auditório da CIB/PB, em João Pessoa. Na ocasião, a diretoria do Conselho de Secretários Municipais da Paraíba (COSEMS/PB) e participantes do evento discutiram e deliberaram sobre várias pautas de relevância para a saúde de todo o Estado.

Alguns dos pontos abordados foram a habilitação de leitos de UTI Pediátrico do Hospital Noaldo Leite, o remanejamento de procedimentos obstetrícios de Pocinhos para Campina, de consultas especializadas em endocrinologia e pediatria de Bananeiras pra Belém, entre outras deliberações.

Além das decisões foram promovidas discussões e expostos vários informes a respeito de aprovação de emendas parlamentares, adesão a programas, entre outros.

Presidente do COSEMS/PB concede entrevista sobre Mais Médicos nesta quinta (29) em afiliada da Globo

A presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS/PB), Soraya Galdino deu entrevista na manhã desta quinta-feira, na Rede Paraíba de Comunicação, sobre a migração dos médicos da atenção básica para o programa Mais Médicos, em várias cidades do interior paraibano.

Além da entrevista ao vivo por volta das 6h40, para todo o Estado através do Bom Dia Paraíba, ela concedeu entrevista gravada a outros telejornais da casa e também à rádio CBN, falando sobre o fenômeno que passou a ocorrer depois do lançamento do edital do programa.

Na entrevista aos jornalistas Marcos Vasconcelos e Silas Batista, a presidente do conselho destacou a situação. “Na Paraíba, 60% de 128 médicos que se apresentaram para ocupar vagas deixadas por cubanos estão saindo de seus postos nas equipes de Saúde da Família. O Programa Mais Médicos contou com 138 profissionais cubanos em 79 municípios”.

Como secretária municipal de Saúde de Itabaiana (PB), a presidente disse que três dos 10 médicos de Saúde da Família que estavam no município migraram para o Mais Médicos. “Não temos como competir, porque no Mais Médicos eles recebem R$ 11,8 mil, têm férias e parte da carga horária dedicada aos estudos. Descobriram um santo para cobrir outro, como diz o ditado aqui na Paraíba. Minhas equipes vão ficar desfalcadas”, disse.

Nota Técnica nº 02/2018: Programa Mais Médicos para o Brasil

 

NOVEMBRO AZUL: Unidades de Saúde de Araruna-PB promovem campanha para incentivar que homens cuidem da saúde

Após a realização da campanha “Outubro Rosa”, onde dezenas de mulheres foram atendidas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Araruna, agora a Secretaria Municipal de Saúde está desenvolvendo as ações voltadas à Saúde do homem, através da campanha “Novembro Azul”, onde visa alertar sobre a importância dos cuidados com a saúde do homem.

Novembro é o mês de conscientização sobre o câncer de próstata e o azul é a cor oficial usada como símbolo de combate à doença. Nas atividades desenvolvidas pelas UBS’s se discutiu a prevenção ao CA de próstata, bem como as orientações para o homem buscar hábitos diários saudáveis, buscando o bem-estar e a promoção a saúde.

“Conforme visto no outubro Rosa, nossas equipes de saúde mostrando a mesma dedicação e zelo com a saúde do homem ararunense”, ressaltou a secretária executiva de saúde, Maria Mônica.

Para a secretária de saúde, Drª América Loudal esse trabalho é de extrema importância para atrair o homem as unidades de saúde, visto que culturalmente temos uma resistência deste público em procurar a prevenção. “A equipe da secretaria municipal de Saúde fica imensamente feliz e orgulhosa em ver o empenho e o compromisso na assistência à saúde dos nossos munícipes”, observou a secretária.

COSEMS/PB divulga Nota de Pesar

O COSEMS/PB lamenta o falecimento do Médico Gastroenterologista e Professor da UFPB, José Eymard Medeiros, que foi presidente do COSEMS no biênio 1995-1997, ao mesmo tempo manifesta os sinceros sentimentos de pesar e solidariedade aos familiares e amigos.

Natural de Santa Luzia, no sertão paraibano, o médico foi um dos fundadores da Unimed-João Pessoa e Secretário de Saúde do município de João Pessoa e era membro da Academia Paraibana de Medicina, deixando um histórico de importantes serviços prestados à saúde do Estado.

Mais Médicos é tema central nas discussões do último dia de reunião do CONARES

O último dia da assembleia do CONARES nesta sexta-feira (23) centrou as discussões no novo edital do Programa Mais Médicos e na saída dos médicos cubanos. A reunião realizada pela primeira vez na Paraíba aconteceu no Hotel Caiçara em João Pessoa reunindo secretários municipais de saúde, representantes de capitais e dos COSEMS de todas as regiões do país.

De acordo com o vice-presidente do CONASEMS e presidente do COSEMS-PB, Charles Tocantins, a discussão dos gestores sobre o programa Mais Médicos foi de máxima importância. “Estarmos em um congresso de secretários e dirigentes do Brasil com representantes de todo o país discutindo o Mais Médicos é de suma importância para o restante do país. É preciso ficarmos atentos ao que é responsabilidade do município e ao que é dever do Ministério da Saúde. Os municípios vão continuar arcando com o custeio de hospedagem e alimentação, como sempre foi feito com os cubanos, mas as despesas com deslocamento, por exemplo, é responsabilidade do MS”.

Para o vice-presidente do CONASEMS, Willians Freire, também falou o edital de reposição do Mais Médicos e o destaque do COSEMS-PB para realização desta reunião do CONARES. “O COSEMS-PB se destaca em todo o país e junto com o CONASEMS, conseguiu trazer temas importantes para debatermos aqui com participação grande de gestores e o Brasil, o que é um marco histórico. Neste último dia falamos sobre o Mais Médicos e com o acerto entre o CONASEMS e o MS de que será publicado o edital de reposição que não foi lançado anteriormente logo após o final desse processo de contratação dos médicos brasileiros para o programa”, disse.

A presidente do COSEMS-PB, Soraya Galdino disse que o evento obteve êxito e estava feliz pela realização dele em João Pessoa e pelas discussões. “Estou muito feliz porque durante estes dias nós pudemos trazer com o apoio do presidente do CONASEMS, Mauro Junqueira, esta assembleia pela primeira vez para a Paraíba e estivemos reunidos com os representantes do nosso Estado e do país, pessoas que discutem as políticas públicas de saúde e além das grandes discussões tivemos a palestra e o lançamento do livro de uma das autoras de maior referência na nossa área”, disse referindo-se a advogada Lenir Santos.

Dentre os temas discutidos, estiveram os projetos do CONASEMS como o Aedes na Mira, o lançamento de dois Webdocs Brasil, aqui tem SUS, além da assinatura do Termo de Acordo de Cooperação com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa. O evento também foi marcado por palestra e lançamento do livro da advogada Lenir Santos, especialista em Direito Sanitário.

Segundo Lenir Santos, que proferiu palestra sobre o SUS e realizou o lançamento da 5ª edição de um dos seus livros, o encontro foi proveitoso e oportunizou falar sobre um tema que ela domina e pelo qual é apaixonada – o SUS. “Na minha palestra falei sobre o passado, presente e futuro, abordando a história do SUS, desde sua origem, dos altos e baixos que tivemos e as nossas perspectivas de futuro, sabendo que temos muita coisa boa consolidada e que se trata de um sistema que veio para ficar”, disse.

Primeiro dia de reunião do CONARES é marcado por lançamento de livro de Lenir Santos

No primeiro dia de reunião do Conselho Nacional de Representantes Estaduais (CONARES), no Hotel Caiçara em João Pessoa, na tarde desta quinta-feira (22), a advogada e doutora em Saúde Pública pela UNICAMP, Lenir Santos, realizou o lançamento da 5ª edição revista e atualizada do livro “Sistema Único de Saúde: Comentários à Lei Orgânica da Saúde”.

Entre alguns dos temas abordados no livro estão a integralidade assistencial, a participação complementar do setor privado ao SUS, a natureza jurídica das ações e serviços de saúde, as emendas parlamentares impositivas, a capacidade judiciária dos conselhos de saúde e os aspectos da judicialização da saúde.

Lenir Santos é advogada e doutora em saúde pública pela UNICAMP. Especialista em direito sanitário, autora de diversas obras, artigos, palestrante reconhecida, participou intensamente da construção do SUS, da discussão da Lei Nº 8.080/90 e de muitos outros atos legislativos e regulamentares, como o Decreto Nº 7.508/11.

Documento elaborado pelo CONASEMS-COSEMS servirá como referência para Governança e Regionalização da Saúde

Com o objetivo de traçar diretrizes para a regionalização da saúde e lançar reflexões sobre os espaços de governança no SUS, o CONASEMS e o COSEMS/PB realizaram nos dias 21 e 22, em João Pessoa, a oficina Regionalização e Governança no Sistema Único de Saúde (SUS), na qual gestores e conselhos de todo o país contribuíram para a elaboração de um documento que servirá como referência para o processo regionalização nas 438 regiões de saúde do país.

O documento apresentado e discutido passará por revisão e aprovação da diretoria do CONASEMS e será disponibilizado no Portal CONASEMS até o fim do mês janeiro de 2019.

No foco das discussões da quarta-feira (21) estiveram as diretrizes para implementação da regionalização, abordando as realidades e desafios dos territórios e a necessidade da Atenção Básica se estabelecer como principal porta de entrada e ordenadora da rede e do cuidado.

Já na quinta-feira (22), o pesquisador André Bonifácio do COSEMS/PB falou sobre a evolução do conceito de Regionalização, chamando a atenção para a importância da essência do conceito. “Mesmo com diferentes nomenclaturas o conceito central não se modificou. É preciso ir além do conceito e mostrar vias possíveis no campo de atuação do gestor, sempre tendo em vista a integralidade do cuidado e a Atenção Básica como ordenadora do cuidado”.

Oficina é realizada em João Pessoa como preparação para reunião do CONARES

Acontece até o turno da manhã desta quinta-feira (22) em Joao Pessoa, a oficina do CONASEMS sobre Regionalização e Governança. O evento tem carga horária de 12 horas e nesta quarta-feira (21) tem programação durante todo o dia.

A reunião do Grupo Técnico tem como tema “Regionalização e Governança e teve início com a apresentação da proposta da oficina, seguida pela discussão do Documento Técnico- Político sobre Regionalização, abordando Planejamento Ascendente, Planejamento Regional Integrado (PRI), Governança e Modelo de Atenção.

Na quinta-feira (22) pela manhã a oficina será retomada com Discussão sobre o Documento / Regionalização / RAS e os encaminhamentos que encerram a oficina. Durante toda a oficina haverá relatoria e preparação do documento para a reunião do CONARES que terá início às 14h.

“Neste momento precisamos ser humanitários, independente do lado político”, diz presidente do COSEMS/PB sobre o Mais Médicos

A presidente do Conselho de Secretários Municiais de Saúde (COSEMS/PB), Soraya Galdino, disse que os gestores das cidades paraibanas que receberam médicos cubanos, apoiem e agradeçam os profissionais que contribuíram para o atendimento de saúde da população.

Em conformidade com a nota de orientação do CONASEMS, a presidente destaca que independente de posicionamento político e de cores partidárias, os médicos cubanos que atuaram na Paraíba trouxeram uma importante contribuição os municípios beneficiados do programa. “Eles cuidaram de nosso povo, temos muito a agradecer e neste momento não podemos deixá-los desamparados”.

De acordo com a presidente, o COSEMS/PB solicitou que os gestores que acolheram estes médicos em seus municípios deem todo apoio a eles até o momento de sua partida, dando condições de levá-los ao aeroporto, dentre outras providências. “Que nosso espírito acolhedor, natural do povo paraibano, do litoral ao sertão, esteja mais presente neste momento, inclusive como uma forma de agradecimento pelo cuidado que eles tiveram até hoje com nossa população.

O COSEMS/PB também pediu para que se evitem discussões política, principalmente sobre decisões de governo. “Neste momento a ideia é fazer nossa parte de um bom e acolhedor povo paraibano, nordestino e brasileiro que somos”, disse Soraya Galdino.