Enquete para homenagem com a medalha Gilson Carvalho

A Medalha Gilson Carvalho foi criada pelo COSEMS/PB, no I Seminário Gilson Carvalho, como forma de homenagearmos uma personalidade que tenha contribuído grandiosamente com a construção do SUS, no sentido de fortalecermos a sua implementação e consolidação. E nesse intuito, trazemos esse ano para o III Seminário quatro nomes de personalidades que se destacam no papel do fortalecimento da Saúde e defesa do SUS, para que votem com base em sua preferência em um deles. Abaixo estão listadas as biografias das personalidades. Vamos lá, vote agora!

Francisca Eudézia Damasceno

Graduada em Pedagogia na Universidade Regional do Nordeste – FURNE. Pós Graduada em Saúde Pública/URP, em Gestão em Saúde/MS/FIOCRUZ/Fundação Oswaldo Cruz e em Auditoria em Serviços de Saúde/UNIFACISA/CG.

Trabalhou na 3ª Gerência Regional de Saúde, bem como, no nível central da Secretaria de Estado da Saúde. Depois se dedicou e aprofundou seus conhecimentos no campo da Gestão Municipal de Saúde. Foi Secretária Municipal de Saúde em Fagundes, em Barra de Santana e em Campina Grande como Secretária Adjunta de Saúde.

Assessorou tecnicamente outros municípios. Se qualificou em Gestão em Saúde pela ENSP/FIOCRUZ, em Gerenciamento em Serviços de Saúde pelo NESC/UFPB, e em Gestão de Recursos Financeiros do SUS/UFRGS, este por indicação do COSEMS, com o objetivo de se apropriar de novos conhecimentos e lutar por um Sistema Único de Saúde com mais autonomia para os Secretários Municipais de Saúde, com a criação do CNPJ.

Ex-membro da Diretoria de Gestão em Saúde do Cosems-PB no período de 2009-2011 enquanti Secretária Municipal de Saúde de Barra de Santana.

Ex-representante do Cosems na Câmara Técnica da CIB-PB e no Grupo Condutor Estadual da Rede de Psicossocial (RAPS) no período de 2015-2016.

Co-autora do livro Abordagem Coletiva sobre o Processo e Práticas do Financiamento na Gestão em Saúde publicado em 2011.

Mantém o Blog Gestão em Saúde nos municípios.


Marcos da Silveira Franco

Graduado em medicina pela faculdade de medicina da Fundação Universitária do ABC, Especialização em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública- Universidade de São Paulo e mestrado profissionalizante em Saúde Coletiva pela Universidade de Brasília (Unb). Doutorando em Ciências da saúde pela UNB e Atualmente é assessor técnico da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde.

Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Saúde Coletiva, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão de saúde, assistência integral à saúde, saúde e prática de saúde.

Ex-assessor do Núcleo de Promoção de Vigilâncias do Conasems. Defendeu a manutenção da universalidade do sistema, com integralidade como princípio de integração entre instituições. É dele a frase: “Saúde não é bem de consumo. É Direito de Cidadania”.

É autor de diversos livros publicados, dentre eles Saúde da Família nos municípios brasileiros: os reflexos dos 20 anos no espelho do futuro de 2014.

Maria Fátima de Sousa

Doutora Honoris Causa pela Universidade Federal da Paraíba, com pós doutorado pelo Centre de Recherche sur la Communication et la Santé (ComSanté), da Université du Québec à Montréal (UQAM).
Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade de Brasília, mestre em Ciências Sociais pela UFPB, especialista em Saúde Coletiva e graduada em Enfermagem pela UFPB. Professora Associada do Departamento de Saúde Coletiva, da Faculdade de Ciências da Saúde, onde atualmente é diretora da Faculdade de Ciências da Saúde (2014-2018).

Implantou e foi a primeira coordenadora do Mestrado Profissionalizante do Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva e ex-coordenadora do Núcleo de Estudos em Saúde Pública (NESP), da UnB, onde implantou a Unidade de Estudos e Pesquisas em Saúde da Família (UEPSF). Ex-vice-presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO).

Foi gerente nacional do Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) e assessora no Programa Saúde da Família (PSF), junto ao Ministério da Saúde (1994-2001). Atuou como consultora nas Secretarias Municipais de Saúde e do Verde e Meio Ambiente, ambas em São Paulo. Tem experiência no campo da Saúde Coletiva, com ênfase em políticas públicas de saúde, modelos de atenção à saúde e gestão de sistemas locais de saúde.

Sandra da Silva Mattos

Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco (1981) com especialização em Cardiologia Pediátrica e Fetal nos Hospitais Royal Brompton e Great Ormond Street de Londres, GB.

Ex Locumn Consultant em Cardiologia Pediátrica no Hospital John Radcliffe de Oxford e Professora Assistente na Unversidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, EUA.

Dirigiu a Unidade de Cardiologia Materno-Fetal e o Centro de Estudos – Caduceus – do Real Hospital Português de Beneficência em Pernambuco e coordena as atividades beneficentes do Círculo do Coração de Pernambuco.

Presidente do Departamento de Cardiologia Pediátrica da Sociedade Brasileira de Cardiologia (2004-2005) e da Sociedade Brasileira de Cardiologia Pediátrica (2006-2007). Doutorado em Biotecnologia da Rede Nordeste de Biotecnologia (2006-2010) pelo Laboratório de Imunopatologia Keiko Asami (LIKA) da Universidade Federal de Pernambuco.

Experiência na área de Medicina, com ênfase em Cardiologia Pediatrica e Fetal e Ecocardiografia, atuando principalmente na área das Origens do Desenvolvimento da Doença e da Saúde.

Preside o Projeto Círculo do Coração de Pernambuco e coordena a Rede de Cardiologia Pediátrica da Paraíba é reconhecida pelos serviços prestados pela profissional de medicina no atendimento às demandas de cardiologia pediátrica e fetal em todo o Estado da Paraíba.

Em 2015 recebeu o título de cidadania paraibana por conseguir implantar a “Cultura” do Círculo do coração, constituindo uma grande ferramenta para salvar a vida de crianças e dar esperanças a diversas famílias do estado da Paraíba.