Documento elaborado pelo CONASEMS-COSEMS servirá como referência para Governança e Regionalização da Saúde

Com o objetivo de traçar diretrizes para a regionalização da saúde e lançar reflexões sobre os espaços de governança no SUS, o CONASEMS e o COSEMS/PB realizaram nos dias 21 e 22, em João Pessoa, a oficina Regionalização e Governança no Sistema Único de Saúde (SUS), na qual gestores e conselhos de todo o país contribuíram para a elaboração de um documento que servirá como referência para o processo regionalização nas 438 regiões de saúde do país.

O documento apresentado e discutido passará por revisão e aprovação da diretoria do CONASEMS e será disponibilizado no Portal CONASEMS até o fim do mês janeiro de 2019.

No foco das discussões da quarta-feira (21) estiveram as diretrizes para implementação da regionalização, abordando as realidades e desafios dos territórios e a necessidade da Atenção Básica se estabelecer como principal porta de entrada e ordenadora da rede e do cuidado.

Já na quinta-feira (22), o pesquisador André Bonifácio do COSEMS/PB falou sobre a evolução do conceito de Regionalização, chamando a atenção para a importância da essência do conceito. “Mesmo com diferentes nomenclaturas o conceito central não se modificou. É preciso ir além do conceito e mostrar vias possíveis no campo de atuação do gestor, sempre tendo em vista a integralidade do cuidado e a Atenção Básica como ordenadora do cuidado”.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *