COSEMS-PB participa de reunião da Imunização no Estado e alerta gestores sobre prazo (até 31 de março) para alimentar o sistema referente à 2017

Na última quinta-feira (25/01/2017), o COSEMS-PB participou de uma reunião organizada pela Coordenação de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba (SES-PB). O encontro teve como objetivo apresentar a situação vacinal no Estado, bem como também apresentar as mudanças propostas no calendário de vacinas para 2018. A reunião aconteceu na sede da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (AGEVISA), em João Pessoa. Participaram do encontro aproximadamente 40 profissionais, entre gerentes e coordenadores regionais de Imunização, além de representantes dos Conselhos Intergestores Regionais (CIR) e Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS).

Foram discutidos temas como a cobertura vacinal de 2017, problemas de alimentação dos sistemas de imunização, mudanças no calendário vacinal 2018, além de estratégias para uma melhor cobertura. Renata Nóbrega, a Gerente Executiva de Vigilância em Saúde da Paraíba alertou que “A situação da cobertura vacinal do ano passado ainda não está fechada, os municípios têm até 31 de março deste ano para finalizar a parte da digitação no sistema e tentar traçar estratégias para que a gente consiga melhorar a cobertura, pois hoje ela está bem aquém do que é preconizado pelo Ministério da Saúde”.

A assessora técnica do COSEMS-PB, Ana Lígia Passos, afirmou que a reunião é importante para passar a realidade da imunização, tanto dos municípios quanto do estado em geral, alertando para que as informações sejam sempre colocadas no sistema. “Sabemos que há uma incompatibilidade entre o que está na base de dados e o que está no Ministério da Saúde. Muitas vezes os municípios chegam a reclamar que isto está acontecendo, mas não oficializam. É importante que os municípios nessa situação oficializem a reclamação à SES-PB, peça ajuda ao COSEMS, porque só assim o Estado tem como cobrar do Ministério da Saúde o porquê dessa informação não estar chegando à nossa base de dados em Brasília”, explicou.

Nessa oportunidade, foi sugerido que se formasse um Grupo de Trabalho Bipartite para discussão bimestral da cobertura vacinal e assim, acompanharmos os registros vacinais e a monitorarmos as coberturas, assessorando de maneira mais efetiva os municípios.

Importante destacar que os gestores têm até 31 de março de 2018 para alimentarem o sistema de imunização do seu município e com isso melhorar a sua cobertura vacinal de 2017. Qualquer dificuldade nesse processo, o COSEMS se coloca à disposição para apoiar e acompanhar todas as demandas necessárias.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *