Aedes na Mira: Novo ciclo de capacitação está com vagas abertas

O Conasems abriu mais um ciclo de capacitações do Aedes na Mira, projeto que oferece suporte às ações de controle do Aedes aegypti e de doenças causadas pelo mosquito. A ferramenta é voltada para gestores e profissionais de saúde. A capacitação é gratuita e realizada na modalidade de Ensino à Distância (EAD), com duração de três meses e carga horária de 40 horas. As aulas da primeira turma começam em 4 de fevereiro e vão até 12 de maio. Para se inscrever, basta clicar aqui.

O conteúdo foi elaborado pelo Instituto de Pesquisa e Apoio ao Desenvolvimento Social (Ipads) e tem como tema o combate ao aedes na perspectiva da integração da Vigilância em Saúde e Atenção Básica. A capacitação se apresenta em três módulos:

1)  Profissionais de saúde de nível fundamental e médio: o foco está nas formas de controle do vetor, educação em saúde e mobilização social, atribuições dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias;

2) Profissionais de saúde de nível superior: a capacitação oferece informações e ferramentas para desenvolver competências em atividades de assistência, vigilância e controle de arboviroses, classificação do risco e protocolo da enfermagem, organização da Unidade Básica de Saúde em situação de epidemia;

3) Gestores de saúde: objetivo é capacitar secretários municipais, diretores e coordenadores de departamentos e/ou programas para que possam elaborar e gerenciar o Plano Municipal de prevenção e controle das arboviroses, organização da rede de saúde, integração de equipes, mecanismos de financiamento e monitoramento das ações municipais.

A ferramenta EAD é acompanhada por tutores que foram capacitados pelo Ipads e estão aptos a auxiliar os alunos durante o processo de aprendizagem. Ao final da capacitação, os 300 melhores projetos de intervenção/propostas de ação participarão da mostra do projeto, a ser realizada durante o XXXV Congresso Conasems, que acontecerá em Julho de 2019 em Brasília.

CONASEMS

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *